quarta-feira, 27 de junho de 2007

moreno de Angola

Olá everyone!

Hoy no tengo nada especial pra hablar. Quer dizer, tengo, a gente sempre arruma uma besteira pra falar.

Então, hoje eu queria falar bobagem mesmo, lembrar algum caso da minha surreal existência, mas também não dá pra forçar a barra. Aliás, cadê as perguntas? Daqui a pouco vou ter que mudar o nome do blog pra “o Humberto brigunta” porque as perguntadeiras de sempre resolveram ficar intimidadas (quase escrevi “entimidadas”; ai, minha convivência na Pior Universidade dos Cinco Continentes anda acabando com anos de bom português). Aliás, as perguntadeiras resolveram ficar tímidas. Enfim, whatever.

Hoje eu falei com minha mãe mexicana, depois de sete anos. Curioso, né?, falei da Salma Hayek ontem, e dos latinos no cu do mundo, pois não coincidiu de eu ligar pra minha madrecita number two, que vive em Austin, justo hoje? Ah, sim, eu tenho uma mãe mexicana que me adotou! :)

Anfãn (kkkkkkk, esse “anfãn” é de sacanagem), hoje não tem nada muito “profuuuuuundo” pra falar não. Da série “minorias”, eu vou escrever depois sobre o apartheid nas capas de uma revista feminina aí, mas isso fica pra outra hora. Hoje eu tô light (óóóóóóóó, podem ficar boquiabertos). Ah, come on folks, eu sou light. :)

Gotta go, gotta go, deixo vocês com a imagem da bela Clara Nunes (achou que era a Vanessa Mamata, né?, que vergonha!...OK, a Mamata também se esforça). Mas entonces, dejo ustedes com minha cara Clara Nunes, que, segundo consta, morou bem perto da minha casa (bem antes de eu nascer), e era um espetáculo de criatura. Brijo, brijo!


Hasta la próxima, folks!


P.S.: OK, OK, eu admito... Além de a cantora acima ser um brilho, eu coloquei a foto da Clara porque quando eu fico puto, como sabem os mais próximos, eu costumo não rodar a baiana, mas rodar a Clara Nunes mesmo, e com o chocalho amarrado na canela! (hehehehehe). É, fitotada... Porque de vez em quando é ozo agüentar! Especialmente quando aparece uma esmeralda na nossa reta e ela vai nessa de contar suas falsas glórias (KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK!!!!!!!!).

WHATEVEEEEEEEEEEEEEEEEEERRRRRRRRRRRRRRRRR!!!!!!!!!!!!!
!!!Fue!!!


P.S.2: No, no fue ainda! Lembrei de uma bobagem que vale falar: Cês viram o novo comercial da Loréal, com a Alinne Moraes (saudade de quando ela era só Aline Morais, era tão mais difícil errar)? KKKKKKK, tem que rir do suposto cabelo dela sem o xampu! É mais surreal do que qualquer caso que eu possa contar da minha vida!


P.S.3: Agora eu fui!

Nenhum comentário: