terça-feira, 4 de setembro de 2007

amiga do coração

Eu ando muito, muito cansado e há muita coisa pra eu resolver e decidir e aceitar...

Nessa correria eu nem tenho tido tempo pra dizer pra uma amiga muito, muito do meu coração o tanto que eu amo ela. Eu nem vou escrever o post que ela merece agora não porque tem que ser um senhor post pra dar conta da fofura, da força, da beleza toda que ela tem. Vai então a imagem aí abaixo, que, eu tenho certeza, vai dar a todo mundo a certeza de quem eu tô falando.

Gata-garotérrima, style total-Paris:
Te amo fióta, te amo mesmo que a gente venha tendo dificuldade pra se encontrar viu? BEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEESOS!

2 comentários:

Lê disse...

Se não era pra mim, a carapuça serviu demaissssssss!!!
Também te amo muito, muito, muito!!! Você é um inquilino vitalício do meu coração!!!
Acho que nossos desencontros de hoje podem significar muitos encontros no futuro... Mesmo pq eu estou com a tupperware de sua mami (hehehe) e você ainda tem que me mostrar muita coisa nesta vida... (a misteriosa e deliciosa farofa do seu daddy, bonecos bizarros, a Vera Fisher... hahahahaha)
Beijinhos e para nós só posso desejar muito Paris (da haute couture à ponta de estoque), Malibu (balde + Gisa + lixa de unha), café, café com chocolate, café com sorvete, café com café, doce de pau de mamão... BEIJOSSSSSS!!!!

Polly disse...

Ahhhhhhhhhhhhh, que lindo!
Nem é questão de carapuça...é que não tem outra mesmo, só a Alê é a Alê!!!