sábado, 22 de setembro de 2007

"what's done in hell stays in hell"

Este post seria sobre essa pérola, já clássica, aí em cima, dita por uma das minhas mais mega-amigas uns dias atrás. Eu, ela, outra das minhas mega-gatas-garotas e dois chegados terminamos a noite no simpático Mary in Hell, aqui na roça, e essa minha amiga lavou a égua lá, como diria minha mãe.

Eu e Jacira (hihihihi, ela vai me matar por conta desse nome fictício que eu arrumei pra ela!)...Enfim, eu e Jacira passamos a noite sem bitocas, ela porque o namorado não foi, eu porque um roto-rooter chegou antes e pegou minha possível comida de domingo. Anyways, só a Rê (hehehehe, nome fictício também) fez a festa e beijou até a gente se dar conta que pra gente o negócio ia ser só dançar mesmo.

Noite terminada, a Rê foi logo dizendo que aquilo aí era só pra ali mesmo. O que foi feito no Mary in Hell fica lá mesmo no Mary, ou, em suas próprias palavras, "what's done in hell stays in hell".

Bom, acabei contando da origem da pérola. Mas na verdade, vou dar espaço para publicar a belezura de email que a Rê me mandou esta semana (com a autorização dela, people, eu não sou abutre não). Achei tão bacana e diz tão mais sobre aquela nite que tinha que estar aqui.

Leiam, divirtam-se, torçam pra topar com esse brijo de pessoa por aí ou por Paris logo em breve :)
Besos, gata, te adoro!
********


Duas paixões me inspiraram a pergunta de hoje: chocolate branco e beijar! :)

Não me lembro se no seu blog você chegou a comentar sobre a regressão a que somos induzidos a certa idade (a nossa, para ser mais exata :), mas me deu vontade de conversar com você e te contar uma lembrança que me veio de repente hoje...

Você se lembra dos filmes do Laka? (eu jurava que era Galak, pq eu acho Galak muito mais gostoso, mas a verdade é que os filmes que me deram água na boca eram Laka mesmo...).

Se não se lembra, vai lá e refresca a memória antes de terminar de ler este e-mail:
Tem
esse.
E
mais esse (na minha opinião é o melhorrrrr!!!!).

Estava eu aqui, no meu tronco, quando de repente uma vozinha ficou ecoando na minha cabeça “beijando, beijando, beijando...” ai lembrei do segundo filme!

Ai que saudades daquele tempo em que o bom mesmo era ficar beijando, beijando, beijando... (e comendo chocolate branco! :)
Nada de preocupações tipo:
será que ele vai me ligar?
Ou
PQ raios ele continua me ligando?
Ou
Será que eu tomei a pílula?
Ou
Será que ele tem namorada? Mulher? Três filhos?
Ou
Qual o carro dele?
Ou
Será que ele mora sozinho?
Ou
Será que mesmo morando sozinho ele lava seus lençóis com a periodicidade desejada?
Ou
Irrrgh! Quem será que deitou neste lençol ontem?
Ou
O que será de mim sem corretivo e secador de cabelos pela manhã?

... Poderia puxar a memória e ficar aqui colocando “OU’s” até amanhã... mas tô com preguiça e acho que com os exemplos acima já dá para ter uma idéia de onde quero chegar...

Pois então... na sexta-feira tivemos nossa primeira experiência frangas à solta!!! Isso mesmo! Nunca tínhamos saído para a balada, dispostos a tudo ou nada!!! A verdade é que eu adorei tudo!!!

Amei sentar nas almofadinhas e tomar mojitos com você... ver a cereja desaparecer no seu copo (hehehehehe), chupar pirulito de coração, encostar a cabecinha no seu ombro e não chorar, sonhar com Paris, te ver sendo cobiçado por metade das pessoas do local (a outra metade gostava de mulher J e estava me cobiçando... hahahahahaha não podia deixar esta passar... meu ego tá nas alturas!!!).

Amei andar vários quarteirões com você... me pareceu uma maratona de salto, mas mesmo assim, foi lindo! Agora tenho uma marca no pé que me lembra você!!! Tipo tatuagem, sabe? Hahahahaha

Amei aquele bar com cerveja no balde! Se estivesse mais bêbada, diria que era champagne! Hahahaha Adorei você ter pago a cerveja pra mim... eu dei uns R$0,35!!!!

Amei entrar in hell!!! Este lugar que sempre encontrei de portas fechadas ou por pura frescura - que eu sempre juro que não tenho!!! – deixei de entrar!

Aí lá dentro tive que amar a música, os Djs brigando e iluminando a pick up com um celular do tempo do onça (hehehehe), eu de salto reforçando a minha tatooooooo!!! Viva o band-aid! Aquela noite me fez amar ainda mais o bendito band-aid... amei fazer declarações de amor e simpatia para você e a Jacira (a quem realmente e sobriamente admiro, não só por ser uma super querida sua, mas sei lá, meu anjo gostou do anjo dela!).

E no final da noite amei ficar beijando... beijando... beijando... até deslocar o maxilar, até secar as lentes de contato, sem me preocupar com nada... eu mais alta que ele por conta do salto, sem me preocupar com passado, presente e futuro do menino (aliás, fodasss!!!)... só beijando, beijando e beijando!!

Olha o tanto de “bobagem” que a que eu dou muito mais valor que as “prioridades” que as pessoas da nossa idade dão!!!

Ai, cansei de escrever... ah Humberto... ME EXPLICA: existe algo de saudável e sensato nesta troca de “prioridades” por “bobagens”?

Aguardo seu parecer.

Um beijo gigante!

LUV U!!!

*********

P.S.: Rê, gata-garota: Sua pergunta é sua resposta :)
Beeeesos!

P.S.2:
Ah, queria deixar bem claro: Prefiro beijo. Principalmente comparado a chocolate branco! :)

3 comentários:

Jacira disse...

Lindo demais!!! Esse post mexeu lá no fundo... é muito bom saber que as pessoas ainda aprendem a viver e descobrem aos poucos os prazeres da vida... mesmo com tanta coisa ruim acontecendo na nossa vida o tempo todo... Eu tb ando descobrindo os prazeres da vida e ando muito feliz com isso, mesmo tendo muita coisa a resolver ainda.

AMOS VCS DOIS, GATOS GAROTOS... Rê, eu sei que foi de coração que disse aquilo, eu sinto o mesmo por vc! Fico feliz demais em tê-los na minha vida!!!

Rê disse...

Gente, eu acho que vou chorar...
Amo muito tudo isso!!!!
Beijos, beijos, beijos, VAMOS REPETIR A DOSE!!! :)

Humberto, o próprio disse...

Essa Jacira e essa Rê...