quarta-feira, 5 de dezembro de 2007

sapiência

Tem muita gente que eu admiro, mas eu sou particularmente fã de Dona Leila Diniz. Dona do próprio nariz. Se já é foda fazer algo parecido hoje, imagina o que não deve ter sido ser ela na época em que viveu nesse paísinho retrógrado.

Vou tentar ser ajuizado como você, Leiloca. Aproveita que você ta aí perto, pede a Deus pra eu conseguir.

Beso.

3 comentários:

Caroline disse...

Simplesmente sem comentários.

Anônimo disse...

Humbert, meu caro! Tb sou "fãzaça" dela... mulher à frente de seu tempo e que sabia das coisas. Gente iluminada assim devia ter vida eterna. Se não tivesse jeito, quando virasse estrela, deveria ter brilho especial. Quisera eu ser metade do que ela foi. Ou ser a Janaína (minha xará) que ela trouxe ao mundo. Imagina que herança...
Beijo da Jana

Humberto, o próprio disse...

Mulher, mas vc é um brilho! Vc conhece a Leila Diniz!

Vai por mim, com todo respeito que eu tenho pela Jana filha da Leila, eu prefiro demais a Jana-gênio que eu conheço!

Bjos fióta!