quarta-feira, 19 de dezembro de 2007

Gisa é minha pastora

Por que a gente tenta fugir do que é mais verdadeiro na gente? Por que é difícil identificar o que é verdadeiro na gente? E, às vezes, por que é tão dolorido encarar o verdadeiro na gente?

Ontem eu estive na UFTB (Universidade Federal de Tubiacanga). Fui lá enterrar aquele lugar. Fui lá enterrar os últimos dez anos, quando eu cismei de sabia de alguma coisa, que dava pra levar uma vida certinha, que 1 + 1 são 2. A última trauletada que eu tomei, na verdade a última rasteira chula que me deram, foi lá, há algumas semanas. Eu andei muito, muito magoado por conta disso. Mas ontem minha ficha começou a cair que o que houve foi o melhor. Eu tinha mesmo pedido a Deus que, como de costume, fizesse o que fosse melhor pra mim, mesmo que eu, também como de costume, não entendesse na hora.

Ontem eu caguei praquele lugar. Eu ia escrever um outro post, só com as "perolas" que estão sendo defendidas nos mestrados daquela (prost)instituição, coisas super úteis à sociedade que paga por elas, mas resolvi largar pra lá. Meu blog é muito fofo e muito amado pra eu feri-lo com essas mágoas.

Ontem, quando eu saía da UFTB, pensando no que seria agora da minha vida, já que nada, NADA, saiu como planejado ou previsto, recebi uma ligação de minha sumida amiga Jacyra, que estava em "universidade" ainda muito pior que aquela de onde eu saía (nem preciso dizer qual, meus leitores já sabem de cor). Ela me chamou pra ir num shopping péva (per vArmelho) que fica no meio do caminho entre as duas escolas. Foi tão bom receber aquela ligação, eu me senti tão menos sozinho na hora. A dolor passou até mais rápido, o enterro foi quicker.

No Shopping Tudo a gente riu bastante da pobrada. Claro, sem considerar que a gente mesmo não tava lá gastando muito. Mas fizemos nossas comprinhas, conversamos, lembramos do tanto que somos parecidos. E falamos de moda e de roupa e, claro, de Gisa Bündchen. Traçamos metas. E aí, no vazio que se formou na última década, caiu minha ficha de com força. Eu só vou dar certo ne$$a vida quando eu investir naquilo que costumava me fazer feliz quando eu era o "menino das modelos e da Cindy Crawford" lá no Carlos Lacerda. Com a diferença de que agora (graças a Deus) eu não tenho mais 13 anos.

Eu gosto de literatura? Sim, muito. De jornalismo, de cinema, de música, de style? Total. Se eu amo a Gisa? Claro, digo isso pra ela todo dia. Então dá pra juntar tudo e seguir caminho. Fodas pra vida bundinha (aliás, melhor pra vida bundinha que ela se foda, né?). Definitivamente cansei do modo Sandy de ser, eu nunca tive vocação pra isso e não sei porque demorou tanto tanto pra eu lembrar.

Jacyra, gata, thanks. Foi Deus que te fez ligar pra mim naquele minuto iluminado.

Gisa, thanks. Num mundo cheio de feiosos cafonas, você é quase uma Madre Teresa dos seres de bom coração, digo, de bom gosto. I believe in you, Gisa!

Que venha o que tiver de vir, já disse. Mas que venha logo, senão eu chego antes.
Besos for the stylish ones.


P.S.: Mais uma amiga-leitora se rendeu ao mundo dos blogs. Dani Montilla, meu chuchu, pôs no ar o Minigaveta. Vai ser dos bons. Besos Dani.
P.S.2: Hoje eu começo a ficar livro dé um equívoco que durou quatro anos. Thanks, Lord, pela força e pelo dinheiro pra dar praqueles que falam em Vosso nome.
P.S.3: Só queria dizer que eu duvido que a própria Sandy dê conta do modo Sandy de vida que criaram pra ela. Isso não é coisa de Deus, não, cremdeuspai!
P.S.4: Você sabe que a Gisa chama sua cachorrinha de Vida. Já sabia que a Vida chama a Gisa de Diva? :P

2 comentários:

Maíra disse...

Ai gato, só Gisa salva! ehehehe

nossos planos vão dar certo, vc vai ver, nós dois temos a inigualável força de vontade pra fazer as coisas andarem, mesmo que não dê certo, mas dará! Dessa vez dará pq não estamos nos esforçando em vão, estamos fazendo um esforço pra nós mesmos.

Força, gato... E muito obrigada por ontem!!!!

Beijos!

minidani disse...

"Eu só vou dar certo ne$$a vida quando eu investir naquilo que costumava me fazer feliz ..."

essa é a essência da vida amore, investir naquilo que te faz feliz!

obrigado pela menção fico super feliz de tê-lo como leitor no meu mais novo espaço.Isso é uma forma de estarmos mais pertos e trocar muuuitas figurinhas igual a gente fazia na linha, na beira da linha, à beira de um ataque de risadas do ver o frajola falar!hehehehe

adoro-te demais

que esse final de ano seja repleto de tudo akilo que te faz mais feliz