sexta-feira, 1 de fevereiro de 2008

lar, doce lar

Já falei aqui no blog do clássico "A Casa de Bonecas", peça de Henrik Ibsen. Minha sugestão de hoje é um filme quase homônimo à peça, o "Bem Vindo à Casa de Bonecas", de Todd Solondz. É bem velhinho, tem já uns treze anos. Eu assisti há uns sete. E tô doido pra ver de novo! Se alguém achar em alguma locadora por aí, please, pega pra mim!

Parece um filminho sobre uma adolescente feia e impopular na escola. Bom, é um filme sobre uma adolescente feia e impopular na escola. Mas, acredite, vai muito além disso. E o final, hum..., é inesquecível (sobretudo pra mim, que estava de "férias" na Flórida (vulgo Cu do Mundo) quando assisti.

Realmente queria ver esse filme de novo. Porque quanto mais o tempo passa, mais eu acho que há uma semelhança muito cruel com a vida real. Neste momento, então, posso dizer que o olhar da protagonista, na última cena no ônibus, traduz impecavelmente a situação no ponto que chegou.

Bom, sou péssimo crítico de cinema, vocês já sabem. Acho que da próxima vez vou chamar um desses meus amigos uuuuuuuuulllllllltra fodas e cool pra teorizar sobre filmes. Ah, mas esqueci, "Bem Vindo à Casa de Bonecas" é estadunidense, e "filme bom só europeu".

Se conseguirem achar o filme, assistam. Dá uma leve dorzinha no estômago, mas a gente sobrevive. E ri bastante até, graças a Deus.

Nenhum comentário: