quarta-feira, 19 de março de 2008

anote aí, Carmosina (com sotaque)


O texto acima é do completíssimo site Teledramaturgia, de Nilson Xavier. Qualquer um que goste de novela ou que queira lembrar ou saber mais das boas deve acessar, porque o site é bem legal.


Enfim, eu tava só procurando foto da personagem encarnada por Betty Faria no final dos anos 80 e caí no site do Nilson. Tudo que você precisa saber sobre "Tieta", exibida pela Gróbis em 1989, tá lá. Melhor que isso só assistir ao folhetim mesmo (tem várias cenas no Youtube).

Anyways, eu não vou render assunto hoje, não. Fica aí a sinopse da novela (a minha preferida sempre) pra cada um entender o que quiser. Hoje estou de poucas palavras.

Abs.


P.S.: Não custa indicar também a leitura do livro de Jorge Amado, Tieta do Agreste, que óbviamente deu origem à telenovela. É bem grande. E é muuuuito bom!
P.S.2: Eu tenho que fazer um post com calma só falando dessa novela. Mas já adianto que a cena mais marcante pra mim foi aquela em que a jovem Tieta diz à sua amiga Carmosina (hahahahaha, quase rima!) pra anotar em seu caderninho que ela vai voltar. Por cima.
P.S.3: Detestável procurar imagens de "Tieta", a novela, e só achar de "Tieta", o filme. Só a Sônia Prega mesmo pra achar que dava pra apagar do imaginário popular uma Tieta tão forte e carismática como a de Betty Faria. O mesmo vale para as outras personagens (Sem contar a dificílima tarefa que deram pra Marília Pêra no filme, encarnar uma Perpétua melhor que a da Joanna Fonn – isso, sim, impossível).
P.S.4: Este post tinha outro nome. Quem adivinhar, manda por email. :)

5 comentários:

Polly disse...

Delícia deve ser esta sensação de chutar a balde e voltar por cima da carne seca, né?

Ahh, que vontade que dá!!!

* E quanto ao meu post...não tinha grite, mas por favor, eu incluo.

Beijos

Helena disse...

Já que esse blog chama O Humberto Explica, será que vc consegue lembrar o apelido que o personagem do Elias Gleizer deu para o ônibus que ele dirigia (o único que chegava na cidade)? Tem uns 10 anos que tento lembrar e não consigo...rsrs
E o site que vc citou não tem.
besos

Humbert, o enci(mesmado)clopédico disse...

Facílima a resposta, gata: MARINETE!

Incrível, né? Lembrar do que precisa eu não lembro, mas cultura inútil, hum... Passava fácil, fácil naquele túnel do tempo do Vídeo Show, hehehe. Besos!

P.S.: OK, inesquecível o nome pq meu pai tinha uma Belina na época. Adivinha qual era o apelido da Belina?

Helena disse...

Ahhhh vc acredita que esse nome surgiu na minha cabeça hoje antes de eu olhar o post?
Cultura inútil é o que há!!!
Thanks Humbert!

Humberto disse...

Hehehe, disponha, gata!