sexta-feira, 25 de abril de 2008

hoje vai ter uma festa!

“Humberto, por que a Amy tá assim tão feliz, tão de cara boa, tão sorridente?”

Como assim por quê, querida leitora?! Hoje é um dia muito especial e por isso mesmo Amy, Gisa, Xu, Angie, Jen e até a Leiluska, lá no céu, têm muito o que comemorar!

HOJE É ANIVERSÁRIO DE 1 ANO DO HUMBERTO EXPLICA!!!

Êêêêêêêêêêêêêêêêêêêêêêêêêêêêêêêêêêê!!!!!

Dá pra acreditar que essa bagaça completou doze meses no ciberespaço?! Dá e dá gostoso!

Um ano atrás, lá tava eu correndo de um freela que eu tava fazendo na Tom, indo em direção àquele lugar que eu não pronuncio mais o nome. Pois foi lá no impronunciável que eu participei do workshop sobre blogs da professora Carmem Borrrrges, a simpática Carmem. A idéia era só aprender a fuçar bem na ferramenta (no Blogger, olha lá hein, leitora maldosa!) pra depois pôr na rede um blog bacana que eu tinha em mente.

Fato é que a Carmem pediu pra ter uma idéia lá na hora, eu lembrei de tooooooooooodas as minhas amigas perguntadeiras e resolvi fazer um blog só pra responder às inadiááááveis questões de todas elas. Nome do blog? “O Humberto Explica”, ora bolas!

Daí pro resto é história e todas vocês conhecem bem, graças a Deus. Desatei a responder, a viajar na maionese, a chorar minhas próprias pitangas e (várias) nabas tomadas, a falar da Gisa, da Amy, da Leila Diniz, da Jennifer Aniston com as pernas pra cima em Malibu, da Xuxa que precisa de um novo corte de cabelo urgente, a ouvir muito Killers...

Escrever aqui no blog, escolher uma imagem bacana, pôr itálico nos estrangeirismos e nas gírias, achar links que ampliem os horizontes das minhas leitoras (e alguns leitores também) tem sido só prazer pra mim. Mesmo quando tô cansado, dou sempre um jeitinho de escrever. Porque eu amo escrever. Eu amo trocar idéias. E eu amo vocês todas, hehehe! Aliás: Eu amo os coments, ninguém que se disponha a escrever faz isso sem ficar louco esperando pelo feedback. Escrevam sempre, podem “sutar o balde”, como diria uma outra aí.

Por causa do blog já conheci gente, já perdi amigos (?), já briguei tanto com algumas que a amizade só cresceu (que o diga o histórico post da Espada Justiceira, um dos mais acessados).

Enfim, um ano completo de “bróg”! Se Deus quiser, e só se ele quiser muito, hehehe, outros muitos anos ainda contarão com as explicações profuuuuuuuuuuuundas (como o pires com leitinho do gato) deste blogueiro entojado.

Besos pra tooooooodas!!!
Thank you, thank you, thank you, thank you!!!!


P.S.: E dava pra não ter P.S.?! Eu ia citar vários nomes nos agradecimentos, mas vai que eu esqueço de alguma e me capam?! Não, o Humberto explica e ainda agradece, mas prefere ficar com as bolinhas no lugar! :P

11 comentários:

Anônimo disse...

Parabéns pessoa linda!
E vc já sabe, se depender da minha leitura, seu blog vai ter vida longa!
Beijinhos da Glau.

lê disse...

Parabéééééééééééns!!!
:)

Anônimo disse...

Humbert, lindo! Todos os meus beijos, abraços e cheiros deste dia são seus! Vida longa, saúde e sucesso pra você continuar postando seus escritos que tanto amamos, cheios de alegria, drama, surpresas e sentimentos que a gente adora dividir aqui através do blog e que já são parte importante da vida (virtual e real) da gente.
Meu beijo, meu caro! Parabéns!
Jana

Chiara disse...

PARABÉNS LINDÃO!!!!!!!!!!!!!!!!!!
BJUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUU
Chiara

Caroline disse...

Amigo, PARABÉNS!! Obrigada pelo carinho e amizade.
Só você mesmo para ter paciência com as viagens na maionese.

Abs.

Evanir disse...

Parabéns!
Gosto muito de seu blog. Espero que ele tenha vida longa.
Saudades.
Beijos Evanir

Evanir disse...

Parabéns!
Gosto muito de seu blog. Espero que ele tenha vida longa.
Saudades.
Beijos Evanir

humberto, o próprio disse...

Muito obrigado pelos elogios todos, thanks, thanks!
Vocês é que são ótemas! :)
Besos!

Helena disse...

Parabéns, gato! Agora me explica: qual o segredo de tanto sucesso? rs
Bjos

Humbert, the proud disse...

:) O segredo? Leitoras de altíssimo garbo como as que eu tenho, hehehe!

Besos, helenosa!

Caroline disse...

Sim. Mas com cada problema. Tem que rir pra não chorar literalmente.

Abs