sábado, 19 de abril de 2008

todo dia

Todo mundo tem 1000% de orgulho de suas origens negras ou de suas origens européias etc. Eu não tenho orgulho de nada porque eu continuo achando que essa coisa toda de orgulho, ainda mais orgulho de coisas óbvias, é uma bobagem. De todo modo, eu tenho respeito, sim. No meu caso, pelas minhas bases negras, européias, árabes e índias.

Por isso, hoje, 19 de abril, eu quero agradecer especialmente aos meus antepassados índios. Eu não estou numa fase das melhores pra família (meu SPG anda altíssimo), mas eu lembro bem da minha avó Ana, que era bem índia ainda (e dela eu sempre gostei). Enfim, alguns dos meus melhores hábitos e algumas das coisas que eu mais aprecio são bens herdados dessa parte dos meus ancestrais, dos indígenas. E pra citar um só, vá lá: OBRIGADO PELO HÁBITO DE TOMAR BANHO!

Eu amo tomar banho, eu adoro estar limpo, não importa a temperatura que esteja lá fora.

O problema do índio no Brasil é muito maior do que eu poderia dar conta neste blog. Como, aliás, ainda é o do negro também. Mas eu não dou conta dos problemas de ninguém, pois ao contrário dos meus amigos Cicrano e Tom Edison, eu não sou Deus. De todo modo, eu espero que um dia esse tipo de questão, que se fundamenta em preconceito imbecil e injustiça idiota, finalmente seja coisa do passado deste país. E, por isso, o máximo que posso fazer é agradecer a higiene herdada dos primeiros habitantes desta terra brasilis maluca.

Bom Dia do Índio. Eu vou passar o meu fazendo a parte ruim da minha herança indígena (curtindo os programas de).

Abraços.


P.S.: Eu não ligava de ter herdado os cabelos de índio, mas tudo bem. Me contento em ter herdado os poucos pêlos.

Nenhum comentário: