quarta-feira, 20 de agosto de 2008

slapt!

Vocês já ouviram falar da Roseanne Barr? Se não, dêem uma olhada aqui. Mas vocês devem lembrar, sim. Ao menos todo mundo que já viu na “Sessão da tarde” aquele filme “Ela é o diabo”, em que uma tiazinha gordinha (ela) é trocada pelo marido por sua amante, a personagem da Meryl Streep (o filme é velhim, bobim, mas eu adorava, hehehe).

Anyways, tipos que lá nos States Unidos, lugar onde as pessoas parecem não ter com o quê se preocupar, os eleitores estão esperando ansiosamente que Angelina Jolie decida se vai votar em McCain ou em Obama.

Aí a gente se pergunta, a Angie, tão ocupada em salvar o mundo, ainda tem dúvidas? Claro, gente, coitada da mulher, dúvida é normal. Mas daí que a Roseanne, essa aí acima na capa da Vanity Fair em 1994, cansou do lenga-lenga e soltou a seguinte declaração:


“Você sabia que a filha africana que você carrega nos braços, ao posar para as fotos, teve pais que sofreram e morreram por conta do assalto que o governo republicano fez à África? Você e o seu maridinho Brad Pitt ganham mais de US$ 40 milhões por ano com filmes violentos e psicóticos e distribuem US$ 3 milhões para crianças famintas como se realmente se preocupassem com a humanidade".


O que eu tenho a dizer a respeito? De novo, ando sem tempo pra comentar. No máximo, posso imaginar a cara de um certo alguém quando soube desse tapinha de luva:

"A-Há-há-há-há!!!"

4 comentários:

Caroline disse...

Amigo,
Hum... você foi mau eh!! rsrsrsr

Sarah disse...

Então,

concordo mais ou menos com o que ela disse.
Concordo: "Você e o seu maridinho Brad Pitt ganham mais de US$ 40 milhões por ano com filmes violentos e psicóticos e distribuem US$ 3 milhões "
Sempre achei também furdunço demais com esse papo de " doaram tantos milhões". Meu, pra eles isso é dinheiro de pinga.

Discordo:"como se realmente se preocupassem com a humanidade".
Acho que se importam sim. Usam a imagem para chamar atenção para determinaos problemas terríveis a humanidade enquanto podiam fazer como vários milionários estúpidos que não se preocupam com nada além da própria fuça.
Adotar crianças, ainda mais sofridas como as africanas, cambojanas e etc é um puta ato.Filho é pra sempre, todo santo dia.

Aina assim, há que se elogiar a coragem e a personalidade a moça que soltou a frase. Pelo menos falou o que pensa sabendo que iria receber críticas e etc. Adoro gente assim.Muita gente deve pensar como ela mas tem medo de falar.Tudo vaca de presépio.

OBS: Jen bonita numa foto!!!!

Humberto disse...

Sarah, gata, vou fazer outro post pra comentar sua resposta. Deixa só dar um tempinho pq tá muito corrido esses dias todos.

Adoro seus coments, dá até gosto escrever. :)

De vera, obrigadão!

Sarah disse...

Valeu Humberto, eu adoro ler( e comentar) seu blog porque é 100% noção. Eu que agradeço.

OBS: comentei no post da Ana Maria viagem mas não apareceu o coments...

bju