terça-feira, 5 de agosto de 2008

"tudo estará bem no jardim"

Hoje não foi um dia fácil pra mim, amanhã eu digo porquê. Bom, não preciso ficar dizendo porquê, não acho que seja relevante pra ninguém.

Fato é que tem horas em que você se pergunta a respeito de tudo e fica pensando se tudo que você faz tem algum sentido. Pra quê mesmo a gente corre tanto? Por quê mesmo você tem que estudar aquilo?

Anyways, a caminho do enésimo compromisso do dia, e nesse lenga-lenga intelectual entre mim mesmo e myself, pensei no blog. E achei tão curioso que ele tenha nascido justamente por causa da freqüência com que minhas amigas me procuravam pra aconselhar, pra explicar, pra falar das coisas... EU? Justo EU?! Não sei nem de mim!

Me achei só um zé, medíocre feito tantos outros zés por aí que se acham reis da cocada preta.

De todo modo, durante essa micro-crise-blogger-existencial eu lembrei de um filme, esse sim, um clássico. Indico pra todo mundo, sobretudo pra quem domina o inglês (assistam sem legenda, é crucial neste caso). O filme é o "Being there", traduzido no Brasil como "Muito além do jardim".

Acho que eu aqui neste blog sou algo como o Chauncey Gardiner, o protagonista interpretado por Peter Sellers.

É isso, everyone, gotta go porque alguns livros me esperam e eu tenho algumas pontas de faca pra dar murro.
Besos.

9 comentários:

Caroline disse...

Amigo,

O que posso dizer sobre você... você é assim, especial sempre.

Abs.

Anônimo disse...

Ah, Humberto, amado! Se for garantido que tudo ficaria mesmo bem no jardim, eu vou come�ar a plantar o meu agora. Tenho andado t�o cansada de esperar que me d�em flores...
S� sua sapi�ncia e sua paci�ncia mesmo pra me dar direcionamento... rs
Beijo da Jana

lê disse...

com tantos filmes legais que você indica, daqui a pouco bate a polícia federal pra saber o que tanto eu baixo lá em casa.. hehehe
para facilitar a vida (a minha) que tal um post com - pelo menos - um top 10 dos filmes que ohumbertoindica?
prometo achar os torrents (dos filmes e trilhas) e mandar para os queridos leitores...
besos

Humberto Gardiner disse...

Hehehe, indico quando eles "ressuscitam" na minha memória. Mas este aí é muito bom mesmo, um filme de 79, se não me engano, engraçado e atualíssimo.

Vou pensar se indico uma lista dos imperdíveis. :P

Caroline Malho, amiga, eu fico aflito com elogios vindo de quem ouve minhas bobagens, vai que vc resolve ligar pra mim pra falar de vc e não de mim (hehehe). Tks!

E Janaína, mulher, vc como leitora é luxo que não é pra qq um. Assiste o filme, vc vai adorar.

Besos pra todas, mais tarde posto mais.

Caroline disse...

rsrsrsrs

Abs.

Polly disse...

Eu também tenho alguns pontos de faca pra dar murros...e como tenho feito!!!

Quanto a Joaquina, eu acho que ela vai ficar neste ciclo de repetição ainda por muito tempo...já eu, tô saindo fora...que é onde as coisas realmente acontecem.

Beijos,

Polly

Sarah disse...

Ó lá hem!
vou alugar.
depois falo.

Helena disse...

Também adoooro esse filme e assino embaixo da Lê: top ten do humberto já! Para filmes e livros :)

Humberto disse...

Hehehe, tô podendo, tô podendo.
Bjos pra todas!