terça-feira, 16 de setembro de 2008

nas profundezas da superficialidade II

Chamada de capa da TPM de setembro, estrelada pela atriz Cláudia Abreu:

"A imprensa precisa respeitar quem não está a fim de aparecer."

Hein?

Como é que é essa parte aí da imprensa, que eu não entendi? Eu achei que a TPM, revista, fazia parte do que se convencionou chamar “imprensa”. E até hoje eu achava que quem está a fim de ter privacidade não costuma dar, literalmente, a cara à capa de uma revista. E eu também achava que é uma coisa um tanto hipócrita ficar metendo o pau na imprensa e sair na capa de uma revista bem no dia que a novela que você protagoniza entra no ar.

Ainda na TPM, Cláudia, que está concluindo a faculdade de filosofia, diz que no mundo artístico "Quando (você) vê está falando só clichê. Aí vai estudar e descobre vida inteligente além do seu mundinho". Cláudia, gata, garra nos estudos.

Esta é Cláudia Abreu, a “Cacau” para todos aqueles que adoram encher a bola da moça como sendo uma “atriz-cabeça, descolada, inteligente, que tem o que dizer”. Logo vejo que tem o que dizer, sim. Só não sei se eu ainda tenho saco pra ouvir. Chega de baboseira, já basta todas as que eu tenho que tolerar em ônibus.


P.S.: Talento dramático incontestável a Cláudia Abreu tem, e há anos e eu não discuto. Mas essa carcaça de cool eu não agüento, não. A mesma carcaça de cool, aliás, que a própria TPM também tem, mas dessa daí eu nem falo mais.

5 comentários:

Caroline disse...

Amigo,
Concordo demais com você. Ela fala isso porque não estuda naquele lugar.
Esse povo que vive no mundo de Alice no país das maravilhas!

Abs.

Humbs disse...

Amiga, eu suspeito que ela estuda "naquele lugar" do Rio, hehehe. Imagina se ia aprender alguma coisa, coitada.

Caroline disse...

Deixa ela se iludir rsrsrs... É fácil demais para esse povo que tem dinheiro.

Abs.

Janaína disse...

Ai... ai... Esse povo que não tem nada pra fazer na vida e começa a ter contato com a ciência,tentando aplicar filosofia na vida real, dá é nisso! Demagogia é isso aí! Odeio gente que vive da mídia, é pessoa pública, ica criticando a mídia e dando umas de "não quero aparecer". A Caroline é que tá certa no comentário. Só pra começo de conversa, se ela precisasse de dinheiro, não estudava filosofia! Affff...Não dou conta não

Humberto disse...

Preguiça demais desse povo, né? Na hora que precisa divulgar a novelinha a imprensa é tudo de bom. Pior é a revista se prestar a este papel. Preguiça geral.