segunda-feira, 17 de novembro de 2008

hasta lueguiño

Lembram do bebê da capa do “Nevermind”, do Nirvana? Pois ele é o rapagão aí na foto, clicada na mesma piscina. E daí, Humberto? E daí nada. Mas deixa eu arrumar um sentido para este post. Um não, vários:

1) "Nevermind" é muito minha adolescência. Não custa homenagear a parte revoltadinha do meu passado.

2) Nirvana é o que eu ando precisando alcançar. Ando tendo que fazer muito frozen pra dar conta das coisas e, sobretudo, das pessoas.

3) Essa capa me faz lembrar que foi nessa época, comecinho ali dos anos 90, que eu decidi com a maior sinceridade do mundo que seria jornalista. E hoje, 16 anos depois, eu sou. Mas não sou. Enfim, esse é um assunto que tem martelado muito na minha cabeça. E tem ajudado muito para dar força à potência do chutão de esquerda. Tirem os baldes do caminho.

4) Piscina, dólar... Me lembram que eu preciso dar um jeito de ganhar dinheiro de verdade e dar jeito nessa vida caduca. E me lembram também da minha competição aquática, que, mais uma vez, me toma todo (muito) tempo e energia, principalmente nesta reta final.

5) O ítem 4 me lembrou o motivo crucial deste post. Dizer a vocês, queridas leitoras, que agora eu vou ter que dar um tempinho mesmo. Eu saio de cena hoje e só volto no dia 1º de dezembro. Já perdi o aniversário da Helena, o da Luana, já perdi o final de semana de sol, não fui dançar nada de nada sexta-feira passada, tudo em função da mais absoluta falta de tempo em que me encontro.

Eu sei que vocês não vão me abandonar e sei também que muitas estão na mesma correria (final de semestre). Por isso conto com todas aqui lendo minhas bobagens de volta no começo do próximo mês. Quem não agüentar de saudade pode ler os posts antigos ou então ler o que a Lorena escreve (geralmente textos sobre tudo eu escreveria se estivesse podendo e quase sempre com as mesmíssimas palavras que eu usaria).

Enfim, torçam aí por mim. Entendam este tempo que eu preciso pra focar e pra relaxar. Preciso me acertar com a vida para depois poder cair na gandaia como eu mereço. E aí, sim, vou dançar até a night virar day.

Besos pra everyone. Como diria o exterminador do futuro, I’ll be (soon) back!
f

10 comentários:

Janaína disse...

Ahhhh, eu vou morrer de saudade, Humberto! Boa sorte pra você no que quer que seja que você estiver fazendo por aí, viu, amore! Tô num fim de semestre pessoal, profissional e acadêmico caótico também, mas sempre na torcida por você, OK! Sobreviveremos e dará tudo certo no final. Tenho certeza!
Meu beijo!

Lorena Pôssa disse...

=(

A gente fica triste, mas entende!

Sorte, seja no que for!

E quanto a ser jornalista e ao mesmo tempo ganhar dinheiro, confesso que vi poucos comunicólogos ganhando muita grana por ai. Não se machuque por conta disso.

No mais, estamos sempre por aqui. Qualquer coisa é só gritar.

Abs!

Sarah disse...

Nuuusa, mas é claro que lembro. Adorei a foto! Curti muito grunge e etc. Na verdade estes posts tem a razão eterna de sempre: a saudade.

Aí vem vc e fala que vai deixar as leitoras com saudades!!! Ah, volta logo hem!

"eu preciso dar um jeito de ganhar dinheiro de verdade e dar jeito nessa vida caduca."

Sempre brinco que a hora que eu tiver uns trocos vai ser pra comprar os remédios pra pressão alta, diabetes, etc...

Pqp


beju

Caroline disse...

Oi amigo,

Boa sorte. Vou ficar torcendo por você.

Abs.

Helena disse...

Boa sorte, Humbert! Volte logo. bjs

HUMBERTO disse...

Minhas amigas leitoras queridas, muito obrigado por tantas palavras bacanas. Hoje ainda estou azedo, mas semana que vem volto com a pilha toda, cheio de bobagem pra falar.

Beijos.

Humberto disse...

Não sei pq esse humberto saiu com essas maiúsculas desse tamanho...

chiara disse...

amei as fotos, amei os textos, amei os links, AMO VC!!!
SAUDADE!!!

chiara disse...

amei as fotos, amei os textos, amei os links, AMO VC!!!
SAUDADE!!!

humberto disse...

Eu tb te amo, mulher! Vamo encontrar! :)