quarta-feira, 31 de dezembro de 2008

MELHORES DE 2008 - 4º LUGAR - MARÇO

Mesmo no que há de mais tosco pode haver beleza. Que o diga o ¨Big Brother¨ deste ano. E eu nem falo da beleza física da participante Natália, não. A beleza mesmo veio de seu grito sincero de alívio, de liberdade e de autonomia quando ela venceu seu ¨namorado¨ e permaneceu no jogo.

A beleza de seu ato, em pleno mês de março, ¨mês da mulher¨ (por que só um?), mostrou pra todo mundo que uma mulher NÃO precisa de um homem cuidando dela pra ser uma pessoa. Que a mulher PODE ter um homem do jeito que quiser. Pode até não ter um homem, se quiser. Pode ter até outra mulher. Natália, sem querer e numa espontaneidade das mais bonitas, lembrou que a mulher, assim como o homem, é um ser completo, embora surrealmente ainda se precise lembrar disso o tempo todo, em pleno século XXI.

Naturalmente, como este se trata de um blog cheio de leitoras, o melhor post do mês de março foi um dos mais debatidos, dos mais comentados e, claro, dos mais votados. Eu confesso que era o meu favorito. Se dependesse só de mim, era medalha de ouro, hehehe.
d

2 comentários:

Sarah disse...

Verdade, essa cena resumiu tudo. No começo, aqui em casa ninguém gostava muito da Naty, depois ela se transformou numa participante bacana. Até torci pra ela ficar entre os vencedores.
A menina era piada.

Caroline disse...

Nossa adorei a colocaçao deste post.
Tomara ue mulherada de valorize mais este ano.

abs.