sexta-feira, 9 de janeiro de 2009

se o mundo caiu, levanta ele no chute

Fui enganado. De todos as formas. E fiquei chateado.

Falo da missérie “Maysa - Quando fala o coração”, da Globo. Enganado, em primeiro lugar, porque achei que ia começar no horário normal, tardão da noite. Em segundo lugar, fui enganado pelo número de capítulos: achei que seriam uns 40. Por fim, fui enganado também porque achei que, sendo do Manoel Carlos, seria aquela chatice que foi “Presença de Anita”.

Daí, pimba!, achei que não dava pra assistir com minha rotina maluca e não peguei por completo mais uma minissérie maravilhosa. Comecei a dar uma olhadinha, picado, e fiquei puto (porque me pareceu ótima). Agora, prefiro não ver pra assistir tudo quando sair em DVD. Ou seja, repeti a cagada que fiz em “Capitu”.

Desse modo, nem posso comentar muito. Mas ficam algumas observaçõezinhas:
1) Não sei dizer em que termos, mas olho pra atriz principal, a Larissa Maciel, e lembro da Polly. De alguma forma, pra mim é a cara;
2) Será que daqui a 50 anos vamos ter uma série “Amy - Quando fala o fígado”? Porque é tudo muito parecido na vida das duas cantoras, vocês não acham? Senão tudo, muita coisa: as bebedeiras, o talento, a incompreensão geral, a imprensa podreira atrás contando e, muitas vezes, inventando escândalos;
3) Já que a minissérie é dirigida pelo Jayme Monjardim, filho da própria Maysa e pai dos dois “atores” que vão interpretá-lo, enfim, já que rolou um nepotismo geral, custava ter arrumado um papelzinho pra ex-mulher dele, a Daniela Escobar? Ela é muito fina. :) Mas tudo bem, a escalação do elenco “desconhecido” foi muito bom.

Bom, aguardo os DVDs. Se alguém aí estiver assistindo e quiser comentar ou mesmo fazer um post sobre “Maysa - Quando fala o coração” é só me falar.

Besos.


P.S.: Era pra este post ter saído quarta-feira. Daí hoje, a insuportável da Rosanna Herrrrrrrman fez um justamente comparando Amy e Maysa. Não sei se ela foi a primeira a comentar isso na net, mas pro bem de seu egocentrismo, vou assumir que foi, sim. :P
s

7 comentários:

Caroline disse...

Oi amigo,

Tb estou assistindo picado. Não animei porque pensei que seria tarde da noite como sempre.

O jeito é esperar o DVD mesmo.

Abs.

Sarah disse...

Bom, estou assistindo e gostando muito.

Achei o máximo a escolha dos atores: a Larissa está ótima no papel e é a cara da Maysa mesmo e adorei o fato de os outros personagens serem interpretados pos atores novos( o André Matarazzo, o gostoso Bôscoli, etc).

Eu gosto do Manoel Carlos, aliás, pelo que eu vejo de novela hoje em dia, as que eu mais gosto são as dele, acho que já cheguei a falar aqui.

Eu sei que chatisse minha mas odeio esses errinhos que fazem em novela e na mini também apareceu: André e Maysa de olhos claros e colocam a criança que interpreta o filho dos dois de olhos escuros, grotesco.

Acho o Jayme Monjardim um pão hehe, sempre achei. E de fato vc tem razão, ele podia ter descolado um papel pra Daniela, gosto muito desta atriz mas, a verdade é que devemos dar é graças a Deus por ele não ter encaixado aquele molecote sem graça do cunhado dele em algum papel na mini. Já tá de bom tamanho.

Humberto disse...

mal ando tendo tempo pra fazer uma das coisas que mais gosto no blog: comentar os comentários. Mas desde já, obrigado por todos. Vou respondendo aos poucos.

Pra começar, Carol Malho, amiga, thanks pela assicuidade.

E Sarah, gata, adoro seus coments. Você palpita, discorda, concorda, racha os bicos e me mata de rir também. Por exemplo, eu não aguento Manoel Carlos. Eu gostei muito de "His´tória de Amor", mas o resto, cremDeuspai. E você vem e diz que adora. É assim que é bom! :) Eu adorei, por exemplo, sua pontuação quanto ao cunhado do Jayme Monjardim. Realmente, aquele menino com cara de quem acabou de vomitar ninguém merece. E já pensou que tragédia se ele escalasse a mulher atual dele, ex-apresentadora do "Fantasia" pra fazer a Maysa? KKKKKKK!

Beijos pras duas, volto com calma depois.

Humberto disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Sarah disse...

bjus

cinebuteco disse...

Ei Humberto,

Ela não foi a primeira a falar disso não. Eu tinha falado a mesma coisa um depois da estréia e mesmo assim já tinha visto outros blogs fazendo a semelhança...

P.S. Então não é só eu que a acha insuportável? Eba!

Humbert disse...

Carísssimo "cinebuteco", eu deteeeeeesto aquela mulher. Tinha uma ideia completamente diferente dela até começar a ler seu blog (por obrigação). O que esperar de uma mulher que trabalha na Band, ao lado do Leão Lobo e ainda assim se acha no direito de meter o pau na Globo. Preguiça, né?
Abs.