segunda-feira, 5 de janeiro de 2009

uma certa meta

Ano novo, moçada!

E uma das minhas resoluções para ele é ler mais. Vou enfiar a cara na literatura, viajar com gosto na maionese das letras, seja em que língua for (desde que eu a compreenda, claro).

Assim que acabar “A Pavorita”, daqui a duas semanas, também vou dar um tempo na TV. Se me der muita, muita vontade de sentar e ser feliz mente diante da televisão, vou alugar uma daquelas minisséries espetaculares da Gróbis – Boa história, na hora que eu puder ver, no ritmo que eu quiser ver.

Por falar em minisséries da Globo, a primeira que eu devo assistir será “O tempo e o vento”. Tudo isso porque o primeiro livro que eu li em 2009 foi o maravilhoso “Um certo capitão Rodrigo”, do Érico Veríssimo. O ideal seria ler toda a trilogia completa, mas confesso que vai ficar pra outra hora.

A próxima obra que terei o prazer de ler será “Wuthering heights”, de Emily Brontë. Falta só eu achar pra comprar. Também tem vários do Fernando Sabino, “Em busca do tempo perdido”, do Marcel Proust, e, esse vai me tomar mais tempo, “Guerra e paz”, do Leon Tolstói.

Enfim, talvez o nível dos textos aqui do blog ganhem uma melhorada em 2009.

Besos pra todas!
d

6 comentários:

Caroline disse...

Hum... também quero ler mais em 2009 amigo.

Boa leitura.

Abs.

Janaína disse...

Essa também é uma das minhas metas. E já comecei. Estou com o primeiro da dupla "1968", do Zuenir Ventura. Imersão total na temática da Ditadura por causa do Projeto. Denso... mas este em especial, eu peguei com gosto. Sadomasoquismo, sabe?! Heheheh
Beijo

Polly disse...

Esta é uma meta que eu apenas tenho que continuar...2008 já foi um ano de muita leitura!

Bem vindo a 2009!!!
Este ano, promete...a gente só tem que fazer acontecer.

Beijos,
Polly

Sarah disse...

Muito bem!!! ler, uma das coisas que mais adoro. Sabe, gosto de umas coisas obscuras as vezes.

Guerra e Paz , bonita historia, gosto muito! Posso indicar 3 livros que amooooooo? Anota aí pra quando der uma brecha,he he.

O castelo do homem sem alma ( A. J. Cronin)

A menina do fim da rua ( Laird Koenig ( esse é curtinho mas sinistrinho, do jeito que adoro, já li mais de 10 vezes, desde a infância kkk). Corri atrás do filme até, outra raridade punk.

Papillon ( Henri Charriere).Amo essa historia!

bjus

Humberto disse...

Anotei todas as dicas. E te digo uma coisa, Sarah, eu assisti"A menina do fim da rua" aaaaaaaaaaanos atrás. Era tão jacuzinho eu que não entendi nada. Vou tentar achar de novo.

Sua dica me lembrou outro filme, o "a garota da ponte", que eu não vi inteiro mas dizem que é um espetáááááculo. E seu castelo me fez lembrar outro, o filme "O rei do castelo". Os dois são franceses. O segundo eu sei que ´´e um espetáculo e o menininho, se não me engano, põe a Flora no chinelo, hehehe.

Besos pra todas.

Sarah disse...

Agora eu que copiei as dicas !

Menino, que coisa masi rara alguém que já assistiu ou leu a Menina do fim da rua!!! Tenta achar o livro ( ou será que vou ter que te enviar um? kkk). O filme eu baixei da net, super fiel ao livro. só que claro, mais sucinto, com menos emoção,etc.
De qq modo a Jodie Foster estava perfeita no papel ( tem uns nacos no youtube- The little girl who lives down the lane). Loosho.