terça-feira, 5 de maio de 2009

complicado

Viram a Claudia Leitte na capa da Nova? (“Humberto, é isso mesmo, você falando de Cráudinha Leitche no bluóg?”). Nem vou comentar esses fundos esquisitos que a revista vem usando em suas capas. Aliás, comentar o mau gosto nas capas da Nova não é novidade pra ninguém.

Nem vou falar da Nova. Vou comentar é sobre a estrela da capa de maio mesmo. Mês das mães. E nenhuma mãe poderia ser mais perfeita para a capa dessa revista que a cantora baiana em questão.

Anyways, que eu não sou fã de Claudia Leitte também não é muito novidade por aqui. Mas até aí grandes bostas, não vai mudar a vida de ninguém ser mais ou menos bem quisto por mim.

Enfim, quando da divulgação exaustiiiiiiiva do fato de que duas semanas após dar à luz a moça já estava exibindo excelente forma física eu até pensei em postar a respeito, mas achei que ia ficar parecendo uma versão mega-power de um post publicado sobre a Angélica ano passado. Achei melhor largar pra lá. Outras pessoas comentaram o fato – o texto que deu mais repercussão e até irritou a cantora foi publicado no jornal “O Tempo” (aquele jornal, lembram?), e eu, particularmente, achei de péssimo gosto e um tanto indelicado.

Não tenho intenção de julgar a Claudia Leitte nem ninguém. Cada um sabe das suas. Mas, sinceramente, lendo hoje a informação de que o filhinho de três meses da cantora está internado com meningite eu tive vontade de escrever. Na verdade, vontade de pensar o que se passou, o que se passa. Será que vale a pena deixar um filho recém-nascido, digamos, meio de lado pra recuperar a forma física em duas semanas? E pra fazer mil shows, gravar mil programas? Será que não rolava uma pausinha, uma licença-maternidade? Não é insegurança demais, medo demais de sumir da mídia, não? Porque na época do carnaval, eu até entendia ela ter que voltar à ativa rápido, é A época em que cantoras como ela brilham e tal, tinha que dar um jeito de voltar mesmo, por mais absurdo que soasse. Mas passado o festejo, eu acho que dava pra dar um tempinho, curtir o bebê fofo, voltar depois, renovada, cheia de experiências novas.

Bom, eu não sou mulher, não sou famoso, não sou mãe (muito menos de um bebê que está doente). Não tenho parâmetro nenhum pra avaliar a questão. Nem tenho que avaliar questão nenhuma, quem sou eu? Eu torço, de vera, é pra que o menino se cure logo, que a mãe dele tenha paz e que os dois vivam como lhes seja possível para serem sempre felizes.

Mas, amigo de uma mulherada e estudioso da imagem da mulher na mídia que tenho sido, eu torço também pra que essa moda de voltar à boa forma em tempo recorde não se torne regra para todas. Porque senão, imagino, o que vai ter de mãe e bebê infeliz por aí não será brincadeira.

Juízo pra todos nós.

Abrazos.
S
S

P.S.: Posso até não ser fã da Claudia Leitte, mas pelo menos é um alívio alguém diferente na capa da Nova.
P.S.2: Não consegui a imagem da capa mesmo da revista ainda, com o fundo ridículo, quando achar atualizo.
s

7 comentários:

Caroline disse...

Amigo,

Li sobre o filho dela e ainda que ela passou mal em um dos shows. Fica a pergunta: Será que vale realmente sacrificar a própria saúde e do filho para não ficar fora da mídia?

Realmente os valores mudaram. Que as mulheres devem ser independentes eu concordo, mas será que vale tudo?!

Abs.

Luisa disse...

Menino, eu li isso hj e pensei a mesma coisa!!! Rolou até a mesma discussão aqui no trabalho!

Saudades suas, mas como vc só dá bolo na gente, fica difícil né!!!

Janaína disse...

Lamentável, realmente. Triste a gente ainda ter que conviver com a exposição massiva da mídia em cima da Cláudia Leitte e do vaziismo dela, ter que ver a atitude sem-noção dela diante da maternidade, marketando o tempo todo uma condição feminina que deveria ser minimamente preservada e respeitada; e pior ainda, mais triste é ver o que aconteceu com Davi. Mas vida é escola dura e aprendizado constante. Tomara que tudo dê certo no final e que ela entenda que tem coisas que o dinheiro, a exposição e a fama não pagam.
P.S.: Como musa do Axé é tudo clone uma da outra, vamos aguardar pra ver se a Ivete vai dar replay nessa situação. Tomara que não,né!?

Sarah disse...

O da Ivete já vai vir com gripe suína.

Humbert disse...

Vocês disseram tudo. Agora, Sarah, KKKKKKKKK, scanagem!

Tina disse...

“Humberto, é isso mesmo, você falando de Cráudinha Leitche no bluóg?”. Caríssimo, não é surpresa a preocupação da moça em voltar com o corpinho sarado e deixar o filho "um pouco" de lado. Gente..., estamos falando de Cláudia Leite...

Humberto disse...

KKKKKKKKK. É mesmo, né? E eu ainda posto a respeito. Só rindo de mim.