sexta-feira, 17 de julho de 2009

Ana Paula Arósio

Hoje saiu uma dessas materiazinhas à toa no UOL com imagens de famosas que cresceram diante dos holofotes. Eu preciso dizer que achei tão bonitinho ver a Ana Paula Arósio novinha.

Eu sou mais novo que ela, mas já era meio revisteiro quando ela apareceu e logo na capa da Capricho (março de 1988). Linda, linda, linda. E ela logo virou um iconizinho da revista, algo que só a Piera e, um pouco, a Cláudia Zardo tinham conseguido. Basicamente, no início dos Anos 1990 Ana Paula era a cara da Capricho.

Independente disso, ela logo se tornou uma personalidade. Mesmo sendo baixinha (pros padrões de hoje, então, nanica) e tal. Ana era a cara da geração teen.

O mais bacana é que Dona Arósio modelou anos e se encontrou como atriz. E vem se tornando cada vez melhor. Ela já interpretou uma das minhas personagens favoritas, a protagonista de “A casa de bonecas”, lembram? Fora que Ana já passou por barras bem pesadas na esfera pessoal e sobreviveu a todas.

Enfim, eu gosto da Ana Paula Arósio. Melhor que vê-la bonitinha novinha é ver que se tornou uma adulta bacana. Ela é lá dos saudosos anos da minha adolescência fanática por modelos e revistas, mas ela não estancou por lá e vem sempre evoluindo. Coisa que eu tenho que eu tento fazer também.

Felicidades pra Ana Paula, felicidades pra todo mundo que passa por aqui.

Abrazos e besos!
s

4 comentários:

Sarah disse...

Legal esse post. Ana Paula Arósio era mesmo muito a cara da Capricho naquela época.
Linda, sempre foi linda desde criancinha. E muito gente fina, tinha até uma coluna na Capricho lembra?
Ela é realmente muito talentosa e excelente atriz, perfeita para interpretar papéis fortes, por causa da voz principalmente.
Gosto muito dela, mereceu um post só pra ela.
Tem um vídeo no youtube com uma entrevista dela na Silvia Poppovic (srsrs), ela está muito bela!
Lembra quando ela namorou o Marcos Palmeira, como diria o Leão Lobo: "aquele rapaz oleoso" kkkkk. Medo.

Neuri Pires disse...

Olá Humberto,

Ao ler o seu blog, me remeteu ao inicio da minha adolescencia e o quanto eu também comecei a admirar as modelos. E, justamente quando eu "conheci" a Adriana de Oliveira e o impacto da sua morte, o que mexeu muito comigo. Dai, na época, eu por coincidência achei alguém muito parecida com ela, a Ana Paula Arósio. Aqueles olhos azuis, cabelos cacheados e foi "amor a primeira vista". Colecionei por um tempo tudo que saia da Ana Paula Arósio e tenho um arquivo pessoal. Como citada a revista Capricho ela é "Linda mais do que mais". Essa frase marcou.
Até hoje estou impressionado com a morte tão prematura de alguém tão jovem e linda como a Adriana de Oliveira...

Anônimo disse...

anas putas de bundarósio não passa mesmo nessa vida bandida de uma insignificante vagaba-ralé, comedora nata de rolas guela-dentro!, assim como, entregadora viciada, do cuzinho, para os outros o comerem por inteiro!.

Anônimo disse...

Tambem posso explicar essa tal de Anas puta de arósios, que nessas vidas bandida, não passando de uma insignificante atriz ralé de quinta catigoria!.