quarta-feira, 28 de outubro de 2009

os calejadinhos do coração

Faz tempo que ninguém pergunta de fato alguma coisa pro Humberto (essa entidade “bloguística” que responde dúvidas aflitivas de mulheres, normalmente as casadoiras). Mas, por outro lado, o Humberto gente normal, amigo de mais de uma dezena de mocinhas e de um número seleto de rapagões, tem ouvido muitas histórias semelhantes ultimamente.

(Deixa eu voltar pra primeira pessoa, isso de falar feito Pelé é péssimo) Entonces, o assunto da vez é um certo calejamento, que nada tem a ver com sexo independente. Tem mais a ver com corações partidos.

Muita gente vem, há anos, quebrando a cara toda hora com todos os relacionamentos. Daí, quando aparece, enfim, alguém que valha, esse povo todo nem sabe o que fazer. É gente que já tava tão acostumada a tomar na tampa e a seguir a dieta da naba que num ambiente de felicidade tem que reaprender a acreditar nas coisas boas.

Dos calejados, tem os que têm até medo de ser feliz e começam a achar (na verdade, procurar) defeitos no bem-amado. São aqueles que desconfiam o tempo todo, acham que tudo não pode estar tão certo e já ficam esperando pela trauletada (que vai acabar vindo de tanto que eles se apavoram e se esforçam em ver coisas onde não existem).

Mas tem também o outro tipo de calejados do coração. São os caras-de-pau, aqueles que já se machucaram tanto mesmo que preferem dar a cara a tapa mais uma vez e viver com intensidade a experiência de um relacionamento que dá certo. Ser amado não pode ser pior que ser desrespeitado. Esse tipo de gente acaba se dando bem de qualquer jeito porque enquanto ama (e é amado) vai curando os calos. E aí, seja lá qual for o rumo que tome essa história, não haverá maiores feridas.

Então, se você aí, que passou por aqui pra ler minhas palavras sábias de butequim, estiver com o coraçãozinho calejado mas tiver finalmente encontrado alguém que gosta de você e de quem você gosta, please, dê-se uma chance. Nas mínimas coisas. Tem gente no mundo que tem motivos muito mais sérios pra ficar triste, inclusive partes piores pra se calejar no corpo. Vai tratar de ser feliz. OK?

Não sei se disse coisa com coisa, mas tá dito. Abrazos pra todos!

:)

6 comentários:

xicoarantez disse...

ENTENDI NADA NÃO..MAS JA QUE VC SE PROPOS A AJUDAR OS CORAÇOES APAIXONADOS, PODERIA ME AJUDAR NESSA:
ENCONTREI UMA PESSOA QUE DIZ QUE GOSTA DE MIM, NAO TO CERTO, MAS ELA DIZ QUE GOSTA, QUERO SABER OQ DEVO FAZER... RETRIBUIR?? DEIXAR ROLAR? APENAS SEXO? OQ FAÇO?

Humberto disse...

Putz, escrevo esse testamento e vc nao entende nada? OK...

Quanto à sua pergutna, se vc encontrou essa pessoa que GOSTA de você, retribua com sinceridade. Se você gosta dela também, que sejam bem felizes os dois.

P.S.: Essa pessoa gosta MUITO de você que eu sei.

Abrazos!

Caroline disse...

Amigo,

Adorei as palavras. Tem hora que dá vontade de desisitir de tudo, mas como sempre sigo em frente e aposto que tudo nãp passa de uma fase. Afinal, não dá para ser feliz o tempo todo.

Obs.: Não viajei. Graças a Deus! Preciso urgentemente de férias!!!

Abs.

cerejas disse...

Olha...posso ser sincera, eu estava na fase de ficar procurando defeitos e imaginando coisas, agora eu evoluir, vou dar minha cara a tapa! kkkkkkkkkkkkkkkk!!!! Adorei seu texto viu!!!! Morri de riri com esse primeiro comentário! kkkkkkkkkkkkk!
Bjs, Cereja em conserva

Fernando disse...

Bom post! é pra dar um Up los leitores? Conseguiu! :)

Sem muito tempo de aparecer por aqui... semana decisiva, começa a minha maratona de provas rumo à medicina... lembra que te falei??? Mande boas vibrações mineiras... São sempre bem-vindas!
Abs

Humberto disse...

Vai com fé Fernandão, vai passar fácil! Boa sorte, abração!