sexta-feira, 9 de outubro de 2009

"Mob(complete como quiser) Brasil"

Falei ainda esta semana sobre o estranhamento que me causa o conformismo dos brasileiros. Lembrei que há não muitas décadas os jovens saíram às ruas pelo fim da Ditadura. E, se for pensar bem, até a minha geração mesmo, quando era adolescente, se mobilizou pelo impeachment do então presidente Fernando Collor.

Os tempos hoje são outros mesmo. A começar pelo próprio Collor, que voltou ao poder como senador.

De todo modo, dois acontecimentos esta semana me fizeram pensar até quando vai durar esse conformismo. Um foi o problema no metrô do Rio de Janeiro (a mesma cidade que vai sediar as Olimpíadas de 2016...). O outro foram as já tradicionais enchentes de Belo Horizonte.

Até quem não estava na cidade no último reveillón sabe a tragédia que foi. Se alguma coisa foi feita desde então para solucionar os problemas que decerto voltariam? Hum, vejamos.

Em abril, a Patrícia Pillar estava no comercial da Prefeitura festejado que em 100 dias de governo já estava quase solucionado o problema do asfalto da avenida Teresa Cristina (que virou uma cratera na chuva de 31/12). Ao que parece ela ainda não tinha se livrado totalmente da Flora.

Me chama muito a atenção também a ausência completa e absoluta da cara do senhor prefeito na cobertura jornalística sobre as tragédias da chuva. A prefeitura de BH não tem nome e nem partido. Não na hora em que precisa prestar contas à população. O governador também não aparece com nenhuma Miss a tiracolo.

E a população, faz alguma coisa pra diminuir o problema? Hahaha, faz-me rir. Lixo nos bueiros, imagina?, "como ele foi parar lá"? E sabem a avenida Bernardo Vascocelos, aquela onde veem ocorrendo as piores inundações? Pois é, há três anos a obra para cobrir o pavoroso canal fluvial estava entre as candidatas no orçamento participativo da prefeitura. E daí? Daí que niguém se mobilizou, ninguém votou pela obra, nem quem faz caminhada lá nem todos os dias nem os motoristas que trafegam pelo local.

Hum... vendo a coisa por esse lado fica difícil acreditar que o conformismo e a alienação do brasileiro vão acabar...

Mas, espere: Ontem à noite, ainda perplexo com as imagens do caos da chuva exibidas pelos telejornais, assisti ao programa “Mob Brasil”, no Multishow. Bacana, olha aê o povo se mobilizando! Empolgação geral, ainda mais porque a apresentadora é a ex-VJ da MTV Didi Wagner, super pose de intelectual, cool, cabeça.

Nunca jamais eu vi uma coisa tão imbecilóide na minha vida. As pessoas adoram encher a boca pra dizer que a Xuxa é isso, que a Luciana Gimenez é uma anta e todo aquele discursinho senso comum de sempre. Mas nada, absolutamente nada do que eu me lembro de ter visto na TV é tão estúpido quanto uma mulher problematizando com um bando de adolescentes de 30 anos na USP como fazer uma mobilização com elásticos pra juntar a galera. A propósito de nada. Nada, nada. E aí as pessoas acham cool, bacana, moderninho, mássa véi. Didi, minha cara, isso não é mobilização, é paralização. É retrocesso. Ninguém precisa disso. Volta pra NY com seu inglês macarrônico.

O Poste, Didi Wagner, as tiazinhas que fazem caminhada na Bernardo Vasconcelos... A tragédia do mundo não é o aquecimento global, não. É a ignorância humana mesmo.


P.S.: UM DIA DEPOIS... o prefeito falou ao MGTV...
s

5 comentários:

xicoarantez disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
xicoarantez disse...

Também assisti ao mob brasil e nunca vi tanta porcaria junta. Achei uma tentativa muito da fracassada de tentar inventar uma coisa nova que não chovesse no molhado. Que má sorte da apresentadora..Horrível !! Falam muita coisa Pra se chegar a lugar nenhum..que merda!

R. paschoal disse...

Rapaz, eu tô mega que organizando um flash mob para sábado, onde todo mundo vai desmaiar no meio de uma festa. Já combinamos o sinal e tudo. Tipo, nada de protesto, nem nada querendo soar cool. É só para assustar o aniversariante mesmo... rs

Grande abraço!

R.

Caroline disse...

Amigo,

Infelizmente as pessoas estão muito conformadas e vai você brigar e colocar a cara para bater..fica parecendo que vc é de outro mundo e que não tem razão nenhuma.

É DUREZA MESMO...

Humberto disse...

Rafael, pelo menos seu mob não tem a pretensão de ser "algo que vai mudar socialmente a sociedade". Assisti outro espisódio do programa e reitero, PODRE! A Didi é podra demais, e não no bom sentido. Ninguém merece.

Abrazos.