quinta-feira, 22 de outubro de 2009

tô sabendo

Estou de volta, povo!

Parte da correria já passou, agora é hora de botar em ordem o que ficou parado. E isso inclui o blog e as visitas aos blogs amigos.

Eu estive exercitando o cérebro esses dias, fazendo uma das coisas que eu mais amo: tradução. E essa era das grandes, das mais complicadas, das que te desafiam descaradamente. Além disso, o tempo era mínimo.

Nesse caos todo, uma coisa me ocorreu com clareza. A diferença entre “achar” e “saber”. Na verdade, isso é coisa que a gente aprende ainda nos primeiros dias de faculdade (pelo menos alguns aprendem). Mas eu me refiro à diferença entre “achar” e “saber” que diz respeito a nós mesmos. Nos primeiros dias do trabalho, eu olhava o arquivo original e achava que eu não ia dar conta nunca, ainda mais de fazer bem feito e no prazo. Isso era o que eu ACHAVA. O que eu SABIA é que eu ia conseguir lindamente, ia entregar a tradução impecável e no dia e hora combinado. E assim foi.

Eu sei traduzir, eu sei escrever, eu sei pesquisar até onde não se acredita que dá pra chegar... eu ainda não sei dançar, ainda não sei cantar, ainda não entendo de mecânica nem cozinho como gostaria... mas uma hora eu chego lá também.

Acho (sei) que é isso, por ora. Depois eu volto acá. Tôo com umas ideias aí pros posts especiais de final de ano, acho que já vou começar a preparar, hehehe.

Besos pra quem me passou a tradução. Besos pra quem me apoiou o tempo todo. Thanks pra quem deu o suporte técnico necessário, mi hermana y mi sobrino. Gracias a todo mundo que passou por aqui. Graças a Deus!

Hasta! :)

P.S.: E você aí, o que ACHA e o que SABE de você mesmo?
s

5 comentários:

xicoarantez disse...

de nada! as ordens!!

Vinix disse...

Pretty much nothing....

Fernando disse...

bem-vindo de volta... e descanse, porque tradução é algo tenso mesmo

Débora disse...

De nada amigo querido! E pode ter certeza que vem mais coisa por aí! :)

Sarah disse...

Eu acho que sou o espírito de uma bailarina.
O que sei é que só danço, isso eu sei.