quinta-feira, 17 de dezembro de 2009

de repente 36


Quando eu tinha 13 anos, costumava rezar, antes de dormir, e pedir a Deus que eu acordasse com 36. Rezava com muita fé, talvez com uma inocência já desproporcional para a idade, mas pedia com muita, muita vontade ao Pai pra eu dormir adolescente e acordar um homem.

Sim, você já viu coisa parecida (mas isso foi antes de qualquer filme).

Você aí deve estar se perguntando por que eu fazia isso. E por que eu queria acordar com 36, não 40, não 25, mas 36. A resposta é mais ou menos simples.

Que eu tivesse motivo para querer deixar de ser logo adolescente (na verdade nem era ainda), acho que é meio óbvio pra quem me conhece e até pra quem apenas lê o blog. Mas nem eram as coisas das quais eu queria me livrar que impulsionavam meu desejo. Eu queria acordar com 36 anos por tudo aquilo que eu achava que seria o bom da coisa.

E o que seria, afinal, o bom da coisa?

Quando tinha 13 anos, queria acordar com 36 porque, na minha cabeça de menino, achava que aos 36 anos todo homem já é um homem de verdade; já sabe o que quer; já escreveu sua história; já construiu suas bases; já sabe quem são são verdadeiros amigos. Achava que com 36 anos um homem já sabe o que o torna especial e já sabe dar valor à vida; achava que com 36 anos um homem já tem muitas realizações para contar, já conheceu e viveu em muitos lugares, já tem muito a ensinar, mas ainda tem muita vitalidade para aprender e querer mais; achava que com 36 anos um homem tem consciência da sua beleza, da sua força, do seu brilho. Com 13 anos, eu tinha certeza que um homem de 36 tem motivo para se orgulhar e tem muitas pessoas que se orgulham dele e o admiram muito; que com 36 anos um homem é intenso, é caloroso, é apaixonante, é sinceramente feliz e maduro. Pedia a Deus para acordar com 36 anos porque estava certo de que com essa idade um homem já se encontrou - e já encontrou quem ele esperava encontar.

Já estou relativamente perto de, enfim, ter meu desejo realizado. Não sei se todos os homens têm a benção de chegar aos 36 sendo metade do que eu imaginava serem os homens de 36. Não sei se eu mesmo vou conseguir.

Só sei que hoje, 17 de dezembro de 2009, um homem que eu conheço acordou com 36 anos. Absolutamente do jeitinho que eu sonhava ser quando acordasse com essa idade.


¡Feliz Cumpleaños Señor!
Gracias pelo modelo e por tudo o que eu tenho aprendido sobre a vida com você.
Você merece toda a felicidade do mundo, meu querido!
Toma que toma!

8 comentários:

xicoarantez disse...

NOSSSSAAAAAAAAA!! NUNCA VI UMA COISA TAÕ LINDA NA MINHA LIVE! 100 COMENTARIOS!

Verlaine Prado disse...

Lindo!!!!!!!!!!!!!!!! sem mais nada a dizer.

Caroline disse...

Parabéns!! Muitas felicidade!

Abs.

xicoarantez disse...

brigado carol!!! besos.. apareça einh.. sorriso sincero te espera!

Caroline disse...

Rsrsrsrsr...não dá. o Sorriso é sincero demais rsrsrs....

Abs e toda felicidade do mundo!!

R. Paschoal disse...

Parabéns para o moço!!
Ainda falta um pouco pra eu chegar aos 36, e espero ter mais juizo até lá!

Abração!!

xicoarantez disse...

tainá tomou pau em matematica e quimica, axo páia!

Anônimo disse...

inocente pra caralho. continua pedindo pra acordar maduro pq, filhinho, vc com certeza não sabe de porra nenhuma ainda. ou já sabe?