quarta-feira, 27 de janeiro de 2010

20 anos sem Adriana de Oliveira

Hoje completa 20 anos da morte da Adriana de Oliveira.

Difícil de esquecer. Quase impossível não imaginar o que teria sido a história dessa moça sem as malditas drogas.

A vida é meio louca mesmo. Linda, mas louca.
s

19 comentários:

July disse...

Oi Humberto!
Adorei o nome do teu blog, mas não entendi... você explica o quê? Me explica?

hauhauau

beijos

Sarah disse...

Que legal que você lembrou Humberto!
20 anos...não parece, de jeito nenhum!!

Viu só, mudei o site de lugar, tirei da carroça que era o geocities rs.

http://adrianadeoliveira.webs.com/

bjuss

Sarah

Humberto disse...

Olá July, bem-vinda!
O nome do blog surgiu sem querer, num workshop em que eu participei. Mas a explicação mais detalhada taí no "Quem sou eu", à direita da página. :)

Sarah, impossível eu não lembrar. E adorei seu site novo, tanto que mudei a foto no post (catei mesmo) e coloquei o link nela, daí dá pra saber mais sobre a Adriana.

Abraços moças, thanks a lot!

Sarah disse...

Pode catar as fotos que quiser, vc eu deixo rs.
Foto linda né? Luxo total, foi o último trabalho dela, feito um dia ou dois mesmo antes de ela falecer. Era pra uma revista canadense.

bjs

Humberto disse...

Absurdo essa mulher ter morrido como morreu e quando morreu... essas coisas só Deus mesmo sabe porquê, né?

Besos Sarah, adoro vc!

Anônimo disse...

Até hoje eu não consigo aceitar a morte da linda Adriana. Logo ela??
Na minha opinião, "amigos e namorado" a embebedaram e depois dexaram ela se drogar até acontecer a overdose.
O tempo passou mas parece que foi ontem.

Anônimo disse...

Humberto, fiquei sabendo que a Adriana morreu o ano passado quase vinte anos depois acredita!
Isso porque pensei que ela tinha sumido da mídia como outras, se na época escutei a noticia estava muito envolvida com a minha adolescência e não me dei conta, achei até estranho. O mais estranho é como ela me parece atual e como ao olhar as imagens dela ela parece tão viva, ela têm algo que se encaixa tanto na época atual, olhando para as fotos como esta que você colocou em seu blog e as da Sarah parece que ela está guardada não morta. Não concordo com a opinião de que tenham dado drogas até que acontecer o que aconteceu, mas admito que a maioria das pessoas que morrem de overdose estavam sózinhas, ou seja, os que estavam com ela deviam estar bem loucos e não deram um toque para ela maneirar. Naquela época quem usava drogas era marginalizado pela sociedade e aceito pelos amigos, entre amigos era "bonito" ser o doidão, o mais provavel é que ela fosse iniciante e um pouco ingênua como comenta os que a conheciam, mas não acho correto ficar falando da vida pessoal de algém ainda que seja uma pessoa pública.

caco disse...

Na verdade Adriana não usava drogas até um mês antes de ter morrido, no laudo do iml de BH os traços de cocaína no figado indicavam sim que ela havia usado claro mas não de uma usuária constante, se bobiar ela tinha usado somente aquele dia e quando a pessoa já possui alguma patologia neurológica vem a aparecer com o uso da cocaína que é uma droga completamente convulsivante, infelizmente usei drogas (cocaína) por 15 anos e conheço quem é realmente dependente químico e quem usa por prazer às vezes, e em muitos casos a pessoa vive a vida inteira sem ter nada nem espasmos mas quando ela usa a maldita cocaína ela vem a passar mal tendo convulsões seguidas horrível eu já vi isso e levamos ele ao hospital e ele melhorou.No caso da Adriana tenho certeza que eles não quiseram leva la ao hospital, eu a vi duas vezes pessoalmente no shopping ibirapuera em 89 perto do natal eu tinha 12 anos e falei assim pra minha mae na segunda vez q a vi : mãe nunca vi nenhuma menina tão bonita em minha vida !!!! e de fato até hj com qse 33 anos não vi , gente sério mesmo aí a mulher da loja me disse: essa moça é capa de revista ela é manequim.. e fiquei olhando pra ela e ela é absurdamente lindaaaaaaaaaaaaa masi bonita pessoalmente serio mesmo.. até hj nao me conformo
parabens mesmo humberto

Humberto disse...

Infelizmente só descubro que algo foi postado em cometários antigos por acaso. Mas eu sempre dou um jeito de ir vendo o que foi escrito.

Na verdade, pelos mecanismos de busca, sei que a maioria dos novos leitores do blog chegm aqui por causa da Adriana.

Eu sinto que ela significou a mesma coisa pra todo mundo, especialmente pra quem tinha seus 12 anos na época, como eu.

Realmente ainda lamento. Mas tem coisas que a gente não tem como entender mesmo, ainda mais o que não dá pra ser mudado.

Muito obrigado pelas visitas ao blog, adoro esse feedback. Voltem sempre.
:)

Ric disse...

Hj com 34 anos, lembro do dia exato da morte da Adriana, eu estava no interior de minas quando vi na TV e lembro dela na capa da revista NOVA...colecionava mini capas de revista essa época e lamentei muito a sua morte...20 anos nossa....ela era lindissima.....

Anne disse...

Lembro até hoje, quando ia pra escola da capa da Veja com a Adriana e depois com um depoimento emocionado da mãe dela para a revista Nova. No final da mensagem, a mãe dela escreve "...Dê ( apelido) até um dia, se Deus quiser."
Taí uma HISTÓRIA QUE MERECE, MAIS DO QUE NUNCA, VIRAR UM FILME.
O que acham galera?

Um abraço.

Anônimo disse...

Meu Deus, ela era linda, seu rosto me lembra infância... tinha um quê de ingenuidade, não existiu mais ninguém como a Adriana. Hj em dia com tanta gente metida a besta, ignorante, falando um monte de besteiras ela seria um exemplo de humildade. Linda!!

Anônimo disse...

Me lembro deste dia como se fosse ontem eu estava em casa em São Bernardo do Campo na època vi uma reportagem do Jornal Nacional, ficamos todos chocados pois o meu pai foi companheiro de trabalho do pai dela na Mercedez Benz.
Isso prova que em 1990 ja tinhamos um problema muito grande entre a nossa sociedade e mais de 20 anos depois este problema continua destruindo famílias.

Marcelo Doni disse...

Somente descobri seu blog hoje e eu lembro dessa modelo linda, na capa da Nova pois a drogas sendo "ingeridas" por vontade própria ou não so podem criar perdas como desse mulherão

Anônimo disse...

Me lembro muto dela, tem uma foto em que ela está c uma blusa branca de gola alta , eu ficava olhando direto e me imaginando modelo tb.
Até hj fico triste c sua morte,ela era simples, educada, se expressava bem nas entrevistas( procure no youtube). Na época li q seu sucesso era pq conseguia ser muito menina de cabelos molhados, pouca maquiagem ou um mulherão, com cabelos presos e roupas caras...Ela era mto natural , segura...
O q terá acontecido? As vezes penso q tenha sido a primeira vez q usou cocaína, n estava acostumada, sei lá ! Segundo os jornais
de época os amigos e namorados, demoraram muito para socorre-la.
Foi muito comentado na época.
20 anos!!! Nossa , me lembro como se fosse hj.
Rosangela

o Humberto disse...

Eu lembro bem dela, e lembro bem do quanto foi chato essa morte dela como aconteceu. Parece que realmente não houve muito esforço pra socorrê-la não. Mas enfim, nada disso vai trazer Adriana de volta. Fica a memória. E a saudade tb.

Anônimo disse...

Adriana voce era muito linda e profissional.

Anônimo disse...

Não sei quem foi, mas era linda. Fiquei curiosa para saber mais sobre ela, você falou pouco. Mas eu acho a Ana Paula Arósio mais bonita. Qto a morte dela, é triste. Gostei do seu blog, vc parece bem verdadeiro. Até mais, abçs. Elisa

Anônimo disse...

Parabens pela lembrança.... trabalhava na agencia de propaganda. do ultimo comercial que ela fez.... ela na praia de bikine amarelo. o comercial entro no ar na sexta ela morreu no fim de semana por motivos óbvio o comercial foi tirado da tv.... o que me deixa triste e o fato da covardia dos ( amigo e namorado ) dela.... e claro em qualquer lugar do mundo cada teria no minimo uns 5 anos de pena o que nao e nada.... so resta nos nao esquecer dos nomes e dos envolvidos... vc podia postar fotos dos fdp