sexta-feira, 12 de março de 2010

adiós amigo

Muito triste pelo que aconteceu com o Glauco e seu filho.
Ele nunca foi meu amigo favorito, mas era um grande cartunista.

Coisa estúpida é violência. Ô coisa estúpida.
s

4 comentários:

Sarah disse...

Tão revoltane o que aconteceu né? Cada um tem seu caminho mesmo, não tem jeito, e tudo tem um porquê, mas que revolta, revolta.

Moleque estúpido, maluco. Agora veio à tona que havia outro dementado na companhia dele. Nessa hora que dá vontade de mandar as favas a justiça comum e mandar uma bala na fuça desse tipo de gente.

R. Paschoal disse...

Mais revoltante é perceber que mais uma vez tem religião no meio dessa farofa toda. Admiro muito o trabalho do Glauco, mas a cada dia que passa, fico mais cabreiro com essas seitas que se proliferam por aí.

Tenho medo por nós, cidadãos bem resolvidos, que não nos metemos com esse tipo de fanatismo (prefiro Madonna ), e ficamos na linha de fogo dessa gente louca.

Santo Daime de cu é rola. O povo quer é ficar doidão.

Salve, Glauco.

Polly Sapori disse...

A violência é um ataque a cada um de nós, ainda que aconteça distante, ainda que seja verbal, ainda que seja moral, ainda...quisera não houvesse mais.

Beijos amigo.

Humberto disse...

Então, gente, muito foda essa história, muito biziu, religião e droga no meio. Uma lástima. E a gente ainda soube pq foi com o Glauco, infelizmente. Agora pensa no tanto de caso escroto nesse país que a gente nem fica sabendo.

Muito foda.