quarta-feira, 3 de março de 2010

quem mexeu no meu café com leite?

Ontem, indo ao centro aqui de TuBHcanga, o ônibus em que eu estava desviou das obras (intermináveis) da Avenida Antônio Carlos e eu pude matar uma curiosidade antiga: Passei DENTRO da Pedreira Prado Lopes, uma espécie de Rocinha aqui da roça. Foram os três minutos mais longos da minha vida, já que fui por ali de surpresa.

Enfim. Vi na Pedreira, digamos na borda da "comunidade", como é a vida ali. Aí hoje eu vi o editorial do "grande jornal" dos mineiros, na capa, exaltando todas as qualidades do nosso administrador e ressaltando o absurdo que é o país deixar de ter tão bom governante e não ter uma qualidade de vida e um progresso como o que estamos tendo aqui no interior.

Olha... pensando no que eu vi na Pedreira ontem... Na situação das pessoas... Nas casas... Tudo ali, do ladinho da obra faraônica (e interminável) da Antônio Carlos... realmente... Absurdo mesmo o resto dos brasileiros não ter TANTA qualidade de vida, tanta segurança, tanto trabalho, tão bons serviços de saúde pública como o que temos por aqui.

Amanhã será um dia histórico aqui em TuBHcanga. Mais um dia de grandes conquistas para todos nós.

Tão bom que a política brasileira tenha evoluído tanto e agora seja assim tão focada nas pessoas e não seja mais apenas um caso descarado de disputa de poder e garantia de anunciantes.

É a tua cara, Brasil. Gracinha.
s

8 comentários:

xicoarantez disse...

PORQUE QUE AMANHÃ SERÁ UM GRANDE DIA PRA NÓS?? NÃO ENTENDI!

Janaína disse...

Pois é, Humbert, meu caro! Neste dia tão importante para todos nós, mineiros, nosso "Coronézinho" foi ovacionado durante as festividades de inauguração da Cidade Administrativa, tendo inclusive recebido gritos efusivos de "AÉCIO PRESIDENTE!" da multidão que o via passar, lado a lado com o Serra, mostrando a grandiosidade quase faraônica da obra de Niemeyer, agora concreta em nossas Minas Gerais. Estavam ali, lado a lado, o pacote de café e o de leite em pó, sustetando a custo indisfarçáveis sorrisos de desconforto que, eu aposto, eram seguidos do pensamento: "Será que a caneca presidencial ano que vem virá cheia de café ou de leite?". Evento implesmente "EXTRAORDINÁRIO". Adjetivo esse, aliás, que surgiu nada menos que 8 vezes só nos 10 primeiros minutos do discurso de Aecínho! Da plateia, na primeira fila, engravatados mil, com bottons de identificação da elite governista de diversas bandeiras. Na última, operários que trabalharam na obra, ostentando camisetas onde se lia "Eu construí!". Todos com enorme sorriso no rosto. Nenhum deles mais largo que o do Coronézinho. Nenhum deles mais amarelo do que o do Serra. Espetacular! Extraordinário! Numa hora dessas, só consigo pensar duas coisas. A primeira é a máxima de meu tio Alcides, 50 anos, 4ª série primária, cidadão consciente e filósifo do cotidiano, que agora se auto-entitula "jornaleiro e tio de jornalista": "Isto é Brasil!"
A segunda coisa é que preciso urgentemente dar meu jeito de estabelecer minha própria política do café com leite: voar logo pra SP, inverter a terminologia e misturar minha morenice café com a branquelice-leite do mio italiano veneratto e pegar logo a cidadania européia, querido! Pelo menos lá, quando políticos pilantrinhas como o Berlusconi fazem gracinha, tem sempre um corajoso pra enfiar a mão na cara deles! Nem que esse corajoso seja um louco ou retardado mental como alegaram. Sinal de que até os loucos e os retardados europeus têm mais visão política do que muito brasileiro normal que a gente conhece.
Desculpe pelo desabafo. Um beijo!

Camila Florêncio disse...

PREDREIRA PRADRO LOPES, o maior desafio dos radialistas!!!!

Sobre o resto do post, só digo: Né?!

xicoarantez disse...

NOSSA! JANAINA HAZÔ EINH?? MULHER ESCLARECIDA!!

R. Paschoal disse...

O mesmo vale para o Rio. Nossos governantes querem construir pirâmides e bustos de si mesmos em praça pública... rs

Tainá disse...

isso pq vc nao estuda lá. IMAGINA A SITUAÇÃO. disseram q vao entregar em março. AAAAHAAAAAAM. Pedreira é cabulosa mesmo.

Humberto disse...

Xico, esse trecho era pra ser irônico, rs.

Camila, imagino o que deve ser subir aquilo pra fazer jornalismo. Ainda mais aqui na roça.

Rafael, mas aí no Rio sai alguma nota ruim sobre o governo, nem que seja sobre o pum fedorento do prefeito?

E Jana, nossa mãe...não tem mais nada a dizer não, seu coment ta melhor que o post. Você é um brilho mesmo.

Abraços a todos.

Humberto disse...

Esqueci: Tainá, como ssim estudar lá??? Cê tá estudando por ali??
Coraaagem!! rs

P.S.: conheço muita gente que estudou por ali, mas foi aaaaaaaanos atrás (quado já era ruim, diga-se de passagem).