sexta-feira, 23 de abril de 2010

sim, o tempo voa. mas, sim, dá tudo muito certo

O feriadinho de 21 de abril foi muito bom. Nada de piscina ou de viagens, mas um dia bacaninha, com direito a pequenos prazeres que muita gente costuma não dar valor.
s
Sei que entre comidinhas gostosas, trabalhinhos domésticos e otras cositas, dei de cara com uma amiga de longa data no supermercado. Tinha mais de 12 anos que eu não via a Cuza. Sim, a Cuza. Minha amiga Suzana, que estudou comigo no Estadual Central e que eu apelidei de Çuzana (com C cedilha), depois Çuza e depois Cuza (e ela mandou parar por aí e eu parei).

Enfim, entrei no supermercado, vi uma jovem mãe com uns garotinhos, um deles no carrinho; Daí olhei desconfiado, meio com medo de mexer e não ser ela... mas no que a Suzana arregalou os olhos, nós nos chamamos ao mesmo tempo. Tão bom isso!

O que eu mais gostei, porque achei muito improvável, foi que no que eu fui abraçá-la o filhinho dela que tava no carrinho me abraçou também, ao mesmo tempo, todo carinhosinho. Ai, eu não dou conta desses meus sobrinhos de coração, tão sinceros... :)

Suzana, hoje uma psicóloga (e quem diria?, rs) me apresentou seu marido e seus três rapazinhos. Muito legal ver meus amigos de colégio com família e tudo o mais. Eu fico realmente muito feliz.

Foi tão legal que logo quero fazer um reunion dos bons companheiros do Estadual Central. Eles foram muito especiais pra mim, só Deus sabe. Não vai ser fácil juntar todo mundo, mas dou meu jeito e trago pelo menos a turma do terror pra um churrasco. Lembranças pra rir não vão faltar.

Eu amo meus amigos. Pode passar mais de década, eu posso não ter tanto contato com eles quanto gostaria. Mas se são amigos de verdade, pra mim, serão amigos pra sempre.

Beso Cuza. Ou melhor, Suzana!
Besos pra todos! ;)

P.S: Na imagem, Suzana na capa de uma das revistinhas que eu fazia pras meninas. Como se pode ver, a gente se tratava com muito carinho. :P
P.S.2: Não posso esquecer de citar também o reunion Tom que rolou semana passada: Heleninha, Mari e Alê: Nossa, ri de doer a barriga. Eu amo essas moças!

8 comentários:

Fernando disse...

é muito bom rever antigos amigos, que se não são mais AMIGOS, fica a lembrança de uma amizade sincera que ficou no passado e que por conta das circustância cada um seguiu seu rumo... reencontrar pessoas assim é sempre muito gostoso...

Bem-vindo de volta... e ahhh não vi ainda Pecados da Carne... quero ver este fim de semana... depois te conto o que achei!!!

Abs, bom fim de semana

helena disse...

Que engraçado...eu desenhava umas capas de revista bem parecidas! Inclusive com aquele triângulo na quina! kkk.
Humbert, faço minhas as suas palavras. Pq amizade tá na sinceridade, na sintonia, no afeto. E não precisa de encontros constantes pra se manter. Mas desejo que tenhamos muito mais desse último! bjooos

xicoarantez disse...

adoro rever o povo que estudava comigo na faculdade e principalmente no colégio. É bom ver que não to tão velho assim e como eles estão tão caidinhos. jeje

Janaína disse...

Meus anos de escola não foram a melhor época da minha vida pra fazer amigos. Escola particular católica, muito severa, eu era bolsista, só tinha eu e mais dois alunos negros no meu turno, imagina? Enfim... Sabe como é isso, né, Humberto!? Foi uma época da qual eu, sinceramente, não guardo nem as melhores lembranças, nem saudades, nem grandes amigos. Mas os poucos com os quais eu mantive algum contato posterior ao colégio, é bom ver de vez em quando. A maioria das meninas está casada e/ou com filhos. Muitos dos rapazes estão gordos e já não são tão bonitos. Mas esbarrar com eles de vez em quando aí pela vida é sempre bom. Principalmente pra constatar que o mundo dá voltas e pra ver como, muitas vezes, a gente está melhor que eles em vários aspectos.

R. Paschoal disse...

Aqui no RJ foi feriado na sexta, tbm. Muita festênha, caipirinha na praia de Cabo Frio, bwátch, gula e engarrafamento. Já imaginou como estou nesta segunda, né?

Sarah disse...

Menino, então vc também desenha!E fazia revistinhas, livrinhos e etc?
Num falo que é meu irmão gêmeo!

o Humberto disse...

Valeu Fernandão! :)

Helena, essa "Brega" foi uma micro-revista que fiz só pra algumas amigas. Mas tinha outras, como vc deve lembrar. No mais, vamos encontrar mesmo hein!

Xico, vc sabe que eu também adoro ver como as malas viraram muxibas e eu continuo gato, kkkkkk!!! Adoro!

Rafael, eu pagava pra ver o que é vc na noite, deve se jogar sem dó ne?

Sarah, minha irmã-gêmea que nasceu em outra cidade, você não faz ideia do que eu desenhava. Aguarde os próximos posts...

E Jana, sem comentários. Eu fico de cara quando você me conta desse povo da sua época de colégio, é muito TuBHcanga. Odeio essa ralé espiritual daqui, que acha que tem alguma coisa. E pode estar certa, você ainda vai dar muito motivo pra eles terem vergonha de como te trataram. Afinal, você além de linda é um brilho de pessoa.

Amigos, besos pra todos!

Janaína disse...

Ôh, querido!! Ainda bem que você me entende. E me eleva! O título do post já disse tudo: o tempo voa, mas no fim, dá tudo certo!
Beijo!