quarta-feira, 7 de julho de 2010

a xoxota mágica

Curioso que essa Copa 2010 tenha servido mais pra pensar que pra torcer. Não sei quanto às pessoas normais, mas pra mim foi inevitável notar uma ligação entre o futebol e o machismo nesse Brasilzão de Deus.

Seleção tupiniquim jogando e lá estava Mick jagger, o pé frio, na arquibancada. Mick Jagger ao lado de Lucas, seu filho com Luciana Gimenez. Luciana Gimenez, a estupradora. Quando o Brasil perdeu, houve quem dissesse que a culpa era da apresentadora porque era culpa dela ter um filho com Mick Jagger (e culpa dela fazer com que o dinossauro Rolling Stone tenha algum motivo pra torcer pelo Brasil).

É muito bizarro. Mesmo com um time inteiro de homens adultos muito bem pagos pra jogar e vencer, ainda assim houve muito espaço na mídia e nos Twitters da vida pra dar uma demonizadinha na Luciana Gimenez. Só eu vejo algo muito doente nisso? É ginofobia mesmo?

Copa rolando, futebol alimentando toda uma nação, e enquanto isso o goleiro Bruno, do Flamengo, na boa, treinando tranquilamente, enquanto a polícia tenta solucionar o "sumiço" da amante dele. O delegado do caso chegou a lembrar que era vantajoso pra ela ter um filho com jogador e aquele blábláblá de sempre.

Não dá pra dizer que ela não deve ter visto isso como uma oportunidade de melhorar de vida – é triste, mas essas coisas acontecem. O que eu não suporto é essa maldita mentalidade machista de achar que alguém tem culpa e é sempre a mulher. Como assim?? Por que raios ainda se acredita no "golpe da barriga"? Por que as pessoas insistem em chamar Luciana Gimenez de burra, mas adoram ressaltar que ela foi inteligente na hora de engravidar do Mick Jagger?

Até quando, pelo amor de Deus, vai-se insistir na ideia de que uma mulher engravida sozinha? Não há mulher que estupre um homem, me desculpe, mas não há? Não há homem que transe sem que queira, que eu saiba não existe uma xoxota mágica que faça um cara ter ereção e transar sem que ele queira fazer isso. Se é responsabilidade da mulher se previnir contra gravidez é igualmente responsabilidade do homem não sair por aí engravidando todo mundo.

Mick Jagger era um homem casado e muito vivido quando transou com Luciana Gimenez. Ela pode não ter sido santa nessa história, mas ele sabia bem o que estava fazendo também.

O caso Bruno é pior porque envolve violência. Hoje foi expedido o mandado de prisão contra ele (já que pelo visto, e infelizmente, Eliza é morta) e o jogador já está foragido. Sinceramente, alguma dúvida de que no machista país do futebol (em época de Copa), onde a vítima é sempre a mulher (basta lembrar o caso Daniela Perez), esse cara vai sair ileso?

Eu tenho certeza que sim. E ainda vai voltar a jogar no Mengão. E vai ser aclamado como craque do Brasileirão. É de doer.

O "golpe da barriga" da Gimenez não vai ser esquecido nunca. Assim como o "filme pornô" da Xuxa ou o "casamento da Cicarelli". Mas a traição do Mick Jagger, o comportamento do Pelé em relação à sua filha não reconhecida até a morte e o fato de que o Ronaldinho deixou a mulher grávida em casa pra terminar a noite no motel com dois travestis, isso daí é coisa pra ninguém saber que aconteceu – A Patrícia Poeta não vai falar no "Fantástico", o Macaco Simão não vai fazer piadinha na Folha, o Tiago Leifert não vai comentar no "Globo Esporte" e ninguém vai discutir em mesa redonda nenhuma. Nunquinha.

Ah!, quem se importa?, em 2014 o Brasil vai ser Hexa. Em casa!
Pra frente, Brasil.
s

5 comentários:

Anônimo disse...

NOSSA!!

Luisa disse...

Pensei nisso essa semana. Não vai demorar pra o povo falar que a Eliza era uma vadia aproveitadora e bla bla bla. Hj mesmo, na lanchonete aqui da empresa, ouvi essa:

- Sou totaaaaaalmente contra esse crime, foi uma atrooocidade, mas vamo combinar que ela bem que procurou né?!!

Não guento.

Sarah disse...

Quem procura acha, nem sempre o que procura, mas acha.

o Humberto disse...

Osso né, rapazeada? Foda mesmo. Vejamos o que mais vem por aí.

Mr. TV disse...

cara, tu sabe o qto eu curto este espaço né? e então, num me perdoo em num ter visto este post, cara, sensacional, eu mesmo, tive mto preconceito com a luciana, e vc está de parabéns, é difícil eu não refletir com as coisas q vc escreve, e a minha personalidade é forte, sou teimoso, tenho minhas verdades e muitas vezes não largo mão delas, mas mudou meu posicionamento sobre as mulheres, não! eu num era um ogro, mas um tanto machista eu era sim! aos poucos vou me modelando, mas tem coisa q eu num aceito! talvez por acreditar muito no amor! e sobre os Pelés da vida, caro, não dá pra engolir porque isso acontece, é muito mais horrível a Xuxa, a Gimenez, agora, repudiar um filho é normal, é aceito! cara, num sei se é só coisa minha, mas tu num acha q as próprias mulheres tem esse mesmo preconceito, com elas mesmas?? abs...