sábado, 30 de outubro de 2010

telefone sem fio

Eu tenho este blog há mais de três anos. Eu tenho email, perfil em redes sociais, MSN. São muitos os canais para contato comigo na web. Só aqui no blog mesmo, pra ficar em um só exemplo, já me expresso bastante. Mas às vezes, como aconteceu recentemente, sou mal entendido.
s
Em várias oportunidades, conversando com minha amiga Alê e ouvindo os casos que ela contava, eu repeti a ela uma instrução a meu respeito: "Escute o que te falarem, mas seja bom ou ruim, entenda que o que eu falar de você vai ser dito de mim pra você. Não por outra pessoa. Não esqueça disso." Conversei com ela hoje de novo e repeti a ladaínha.
ss
Andei tendo muitos problemas nos últimos tempos com gente falando por mim. Gente bem intencionada e muita gente mal intencionada também. E é algo que só causa mágoa. Quando é fruto de mau-entendido ainda há como conversar, mas quando é por maldade é mais chato.
s
Enfim, você aí que é me lê sempre, que é meu amigo (a), nunca esqueça que eu posso até errar e posso até ser um otário completo, mas eu sou sincero e honesto. E seja lá o que eu acho de você, seja lá o que eu sinto por você, se você tiver que saber disso vai saber por mim. E pessoalmente.
s
Abrazos a todos.
s

6 comentários:

Anônimo disse...

Concordo com vc Humberto.. esse problema de leva e trás e de tomar conta da vida dos outros é péssimo. Cabe a gente saber ouvir e interpretar o que foi contado.Porque isso geralmente vem com acréscimo de muita coisa que nem deve ter sido dita, como acontece comigo também. Muita gente que vc axa ser seu amigo, no fundo tem inveja de vc e quer sempre furar seus olhos, mas nada como o tempo pra dizer quem ta falando a verdade e quem tá só fofocando.. Beijos
Xico

Fernanda disse...

No momento estou vivendo algo parecido.Hoje mesmo chegou aos meus ouvidinhos que uma pessoa que não gosta de mim, anda falando de mim por aí...Quem fez essa fofoca não quis dar nome ao "boi" ou a "vaca",mas o que posso fazer...Infelismente não posso mudar o meu jeito de ser para agradar, ser aquela bonequinha perfeita só pra receber elogios de um aqui outro ali...Não sou assim!!!Dizem que sou invejada,mas gente eu não sou rica, sou dona de casa e mãe e vivo no sufoco.Como pode alguém invejar a vida do outro não importando como essa vida seja???Não entendo,mesmo!Quanto ao disse me disse, tenho verdadeiro horror, pois também falo na lata e para a pessoa o que preciso dizer, não mando recado e paciência com quem não gosta de mim desse jeito.Sou capaz de ouvir, mas não preciso concordar.

Sarah disse...

Quando a coisa é mal intencionada, por experiência própria, eu digo, o feitiço sempre vira contra o feiticeiro...Élindivê!!

Caroline disse...

É isso aí amigo.
Esse povo que não se posiciona é difícil.
Fique longe de pessoas assim. Você irá sair no lucro.

Abs,

Janaína disse...

Esse negócio de conversa fiada, de leva e trás, de gente que vive (e atrapalha)a vida da gente ao invés de tomar conta do próprio umbigo, é realmente muito foda (desculpe o palavrão!).
Por essas e outras (condutas e pessoas) é que eu tenho adotado duas filosofias importantes:
1) Filosofia do gato: pra gente sem o que fazer, eu dou um gato de presente. A pessoa terá que cuidar da vida dela, das 7 vidas do gato e deixará a minha vida em paz!
2) Filosofia da platéia: "Seja autor e ator da sua própria vida, e não o platéia da minha."
E tenho dito. E feito!

o Humberto disse...

Gente, obrigado por tudo que foi dito. Andaram me magoando muito mesmo, estive bem chateado. Mas aí é respirar e deixar pra lá. E eu decidi não ficar tentando explicar coisas que eu não disse nem fiz, vou simplesmente deixar pra lá (como disse a Sarah, "o feitiço sempre vira contra o feiticeiro...Élindivê!!"

Da minha parte, só quero um pouco de sossego.

beijos a todos.