domingo, 19 de dezembro de 2010

as cachoeiranas

É incrível como tem gente à toa nesse mundo. E como tem gente besta também. O bom é quando esse tempo à toa e esse dom de fazer bobagem são usados pra alguma coisa que não seja maldade. No geral dá em algo muito besta e muito engraçado. Lembram da Leona?
s
Daí me apresentaram "As Cachoeiranas" (tinha que se cachoeirana, claro). Assim como em "As Cariocas", são vários episódios. Clica aí na imagem pra assistir um. Eu, idiota que sou, já comecei a rir alto na abertura. As histórias são igualmente podres. Na verdade, é um trabalho feito por alunos de cinema da UFRB, para mostrar um pouco da cultura e da história da cidade de Cachoeiro, na Bahia. Muito bom!
s
Enfim, eu leio García Márquez, mas eu gosto de outras formas (essas, imbecis no bom sentido) de expressão também. E no domingo à noite, quando dá aquela dor de barriga ao som da vinhetinha do "Fantástico", acho que "As Cachoeiranas" acabam sendo um rsanto remédio pra afastar qualquer mau-humor e começar bem a semana.
s
Abrazos pra todo mundo!
E parabéns pras cachoeiranas.
:)
s

7 comentários:

Heron disse...

Assisti alguns destes vídeos hehehe ri, mas não tanto. Mas confesso que o pessoal é a toa e criativo. A moça com cara de travesti - esqueci o nome - que é santa e vai para zona hahaha, e fora a mulher aranha, que tem fome de sexo.

Muito bom. São os 15 minutos de fama. Hoje é tão fácil....acho que vou escrever uma comédia e vinculá-la a net hahaha.

Fui!

Janaína disse...

KKKKKKKKK
Os "gritos de misericórdia" é são o melhor!
Ai.. ai... o ócio faz coisa, né não?! Mas pelo menos é bacana. Bem bacana!

Leonardo Fernandes Ayres Belens disse...

o nome da cidade é Cachoeira, tá.

xico Arantez disse...

Já fui nessa cidade..Depois te conto.. falando em livros e leitura.. vai me devolver ou não o meu que vc me DEU einh?

o Humberto disse...

Hehehe, Heron, realmente não é a coisa mais engraçada do mundo, mas dá pra rir um pouquinho. Eu confesso que adorei a santinha de cabeluda,hehehehe. Agora, escreve sua comédia, sim, se quiser te conto uns casos tb, rs.

Jana, Jana, que dia eu vou te ver mulher?

Leonardo, vou corrigir. Tinha pegado o nome num outro artigo.


Agora, Xico, seu rodado, como assim já esteve lá? Qual das cachoeiranas é vc, hein?? Quanto ao livro, sério, se não estiver aí pode saber que cataram e não fui eu (o que me deixa mais puto). Ele ficava lá embaixo, devem ter dado a Elza né? Compra outros dois lá em BA e me dá um. Beso!

Leonardo Fernandes Ayres Belens disse...

HUAUHA aaah. foi meu baianismoq falou mais alto. agora, lendo o título e vendo a abertura eles passam a idéia de ser beem engraçado mas na verdade nem é tanto. mas oq vale é a intenção. melhor doq gravar vídeos com apologias malignas #oi? kkkkk

OFICINA DE PRODUÇÃO E EDUCAÇÃO PARA RENDA disse...

Eu ri muito assistindo as cachoeiranas, adorei o trabalho da galera do Reconcavo baiano, parabéns a todos!
Abraços