quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

mais da hemeroteca IV

Pra fechar tantos posts com as revistas que chamaram minha atenção no meio da arrumação de mil delas na semana passada, um exemplar que eu guardo mais pela beleza que pela matéria: a Manchete com a Adriana de Oliveira, em janeiro de 1990.
s
Apesar de se tratar de um acontecimento trágico (e com a cobertura da Manchete em fim de carreira, que não era lá aquele primor), é impossível não se deslumbrar com essa, que, pra mim, é uma das capas mais lindas que eu já vi. Tenho duas aqui em casa.
s
A foto é do Morgade, e retrata bem um lado legal dos Anos 1980, quando o "flúor" fazia todo o sentido e quando ser saudável (e parecer saudável) é que era sinônimo de beleza.
s
Tem pelo menos uma outra foto maravilhosa dessa sessão na revista, mas vou deixar pra publicar num outro momento, quando for pra falar da Adriana de novo.
s
É isto por ora, amigos. Acho que dá pra ficar um tempão sem falar desse assunto de novo, né?
;)
s

11 comentários:

Sarah disse...

A Dri de novo :)
Essa sessão de fotos é um arraso, sim, Morgade para a Moda Brasil, cada foto linda!!A do início da matéria, de maiô amarelo, linda! As do Fernando Lousa (Louza? rs), então, para a mesma edição da Moda Brasil conseguiram ser as fotos mais bonitas dela.
E vc falou bem, uma época em que a beleza era natural, saudável,sem os silicones da vida.

Anônimo disse...

cara, adorei o seu blog.
sou apaixonado assim por revistas tb, jornalista tb, e tive o prazer de trabalhar uma decada na abril, fucando os arquivos e conhecendo toda a gente boa que faz essas maravilhas. ah, que saudades!!! comprei a primeira elle em 86 e nao parei mais.
abs
parabens, o blog eh uma super memoria da revista no brasil

RAFAEL disse...

Viajei na sua retrospectiva de revistas...rs rs rs...

Me diz uma coisa...vc não tem idade pra saber das apas da decada de 70...comprou tudo isso em sebo, né não?

Tb curto demais revistas...mas depois de alguns meses dou embora. Já assinei tudo qto é tipo, hoje me concentro na Bravo e Vip....abas pq ganhei a assinatura, após anos gastando com a Abril Cultural.

Muito, mas muito interessante esse seu fascinio por revistas e pela história delas...confesso que nomes de fotografos e editores foram informaçõe snovas pra mim.

abração...e boa quinta feira.

Dan disse...

eu nao me lembro dela não...
nessa época acho q eu me ligava em quadrinhos!

bjo moço!

o Humberto disse...

Grande Sarah, sempre me informando coisas que eu não sabia. Eu devia ter imaginado que essas fotos, com esse bom gosto todo, não eram da Manchete. Eu lembro dessa Moda Brasil com a Adriana na capa, sim, mas nunca tive em mãos. Vou tentar conseguir. :)

Anônimo, que bom que gostou do blog cara. Pena que não deixou o nome ou um link pra gente trocar uma ideia. Ainda mais vc, que trabalhou na Abril, deve ter tido contato com cada pérola. Por mais que eu procure me apegar cada vez menos, cada vez que encontro uma revista dessas que têm história eu fico louco. As REALIDADEs que tenho aqui, aquilo é uma aula de história do Brasil. Eu adoro. Se voltar no blog, e se quiser, deixa nome aí. Abs!

Rafael,legal que os posts fizeram vc viajar. Sinal de que o blog tá funcionando, rs. Olha, eu nasci no final da década de 70, então essas revistas todas que eu tenho ou o que sei delas é por "estudo" mesmo. Desde que comecei a gostar de revista, as dos anos 70 me despertam um fascínio pq me remetem às coisas como eram na minha casa qdo eu era pequeno (cara, se eu te falar que eu tenho memória dos 3 anos de idade...). E eram revistas melhores mesmo, não tinha internet, por exemplo, então era o que havia pra se informar. Compro todas em sebo mesmo, fico desorientado qdo tenho que escolher, rs. No mais, gosto muito da Bravo e já gostei mais da Vip. Enfim, é muita revista, rs. Abração, Rafael, adoro seu blog!

Dan, meu caro, mesmo qdo eu era novinho e já gostava de revistas, não abria mão dos meus quadrinhos por nada. Aliás, comecei a gostar de revista por conta deles. O negócio é que tinha muito adulto aqui em casa, então sempre tinha revista.

É isso, povo. Abraço pra todo mundo!

RAFAEL disse...

Cara...vou dizer uma coisa: adorei sua mãe...kkkkkkkkkkkkkk.

Li os posts que vc me indicou...muito, muito bons...me faz lembrar do pessoal lá de casa...se permitir, vou até fazer um post inspirado nesse.

abração...

Folhas de Andreza disse...

xeretando...gostando e ficando...quero ler tudinho com calma...
poxa na minha infância eu era xuxete...rsrsrs...compratudo q era revista q saia a xuxa...bem hj os tempos são outros...bks doce ♥

Sarah disse...

Essa Moda Brasil é mosca branquíssima. Juro que fou Deus que fez eu ter ela, porque eu tava num sebo ( aliás, fantástico, do jeito que a gente pira) e juro, inha revistas (de todos os tipos) do chão ao teto,paredes e paredes, colunas e colunas...eu estava fuçando as "Manequim" e, como carta de baralho, puxei do nada, do meio uam revista ao acaso, era essa Moda Brasil...nunca mais a vi em nenhum outro lugar. Sinistro...rsrsr

Sarah disse...

acabei de te mandar um mail mas meu gato pisou no teclado na hora que tava enviando, tô mandando de novo com os anexos rsrs, vê se foi!!beju

o Humberto disse...

Rafael, minha mãe ganhou alguns fãs com esses casos, rs... E pode escrever um post inspirado nos casos do blog sempre, a gente taí é pra isso mesmo!

Andreza, bem-vinda! Se vc digitar Xuxa no campo de busca lá em cima vai ver um monte de posts que já fiz sobre ela. Era pra ter entrado nos de revista tb, mas até que tenho poucas. Xuxa não para em sebo, colecionador cata tudo e vendedor sabe que pode cobrar o que for. Mas depois faço algum outro post com alguma raridade escondida, rs. Abs!

Sarah, Sarah, nem me conte esses casos de sebo, rs. Eu não recebi nada ainda não, vc mandou em qual email? Manda no hotmail se for o caso. E gatinhos no teclado, ôh, sei bem como é, acho que o chanim aqui de casa quer ser escritor.

Abraços pra todos!

Soleil de Robillard disse...

Eu me vi lembrando dos anos 80 dia desses (que epoca maravilhosa para ser jovem! A saudade doi... ) e me lembrei da Adriana. Resolvi pesquisar na Internet para ver se alguem ainda se lembrava dela... Qual nao foi minha surpresa!

Me lembro muito bem do dia em que vi a noticia de sua morte na tv... Foi estranho o sentimento de pura tristeza que senti, pois eu nao a conhecia, obviamente, mas a sua morte me tocou de alguma forma... Eu tinha um caderno com ela na capa... Ela nao era apenas um rosto bonito, ela tinha uma luz, algo diferente e especial. Li em algum lugar que ela tinha um ar de ingenuidade e nao era nada pretensiosa - apesar de ser tao linda, era humilde.

Acho que minha tristeza veio do fato de que uma vida tao promissora se perdeu de uma forma tao estupida. O laudo medico da autopsia revelou que provavelmente aquela foi a primeira vez que ela teria usado drogas. Acho que foi influenciada pelas mas companhias do namorado e dos "amigos", pois era uma moça de familia, era decente...

A justiça dos homens falhou com a Adriana, mas a justiça de Deus nao falha e espero que os culpados pela sua precoce morte paguem com juros e correçao. Ela morreu devido a negligencia de pessoas irresponsaveis que, nao bastando te-la influenciado a experimentar drogas, fugiram da responsabilidade quando se recusaram a socorre-la da forma certa. Talvez ja estejam pagando, talvez ja tenham pago, so Deus sabe. Sinto pela sua familia, que Deus os abençoe...

Descanse em paz, bela Adriana. Voce sera sempre lembrada por mim com muito carinho e admiraçao!