domingo, 19 de dezembro de 2010

O Amor nos Tempos do Cólera

Meio envergonhado admito que só agora, quase dois anos depois de adquiri-lo, terminei de ler "O Amor nos Tempos do Cólera". Eu não passei dois anos lendo essa obra-prima de Gabriel García Márquez, apenas comecei a ler há algumas semanas. De todo modo, não precisava ter esperado tanto.
s
Na verdade, acho que esperei pela hora certa, até sem saber. Além do mais, uma espera de dois anos é nada, nada perto da espera de cinquenta e um anos, nove meses e quatro dias de Florentino Ariza por sua Fermina Daza.
s
Vou ver o filme agora. Ver se faz jus à beleza da obra.
Besos.
h
s
P.S.: Não sei se também pelo momento ou o quê, o fato é que, ao contrário do que diz o autor e a maioria dos leitores, ainda considero "Cem Anos de Solidão" muito melhor. Esse, sim, mexeu comigo de um jeito que eu nunca imaginei que um livro fosse capaz. Acho que vou ler de novo. Em espanhol. Talvez daqui a cinquenta anos, nove meses e quatro dias, se for preciso esperar.
s

6 comentários:

Dan disse...

Olha só! eu to lendo esse agora.
E pra mim, o Cem anos de solidão é melhor, apesar de nao ter terminado Amor nos tempos do colera ainda.
Sexta tive um amigo secreto que era pra passar pra frente um livro que vc leu e se tornou importante pra vc. Eu dei Cem anos de solidão... e rolou uma disputa pra ver quem eu tirava. todo mundo queria ehehhe

gostei de saber q vc gosta tbem, aliás, já tinha lido por aqui sobre Gabriel Garcia Marquez e suas obras. Meu predileto!

bjo

Janaína disse...

Já li Cem Anos de Solidão. Lindíssimo! Vou pôr "O amor em tempos de cólera" na minha fila. Que aliás, não para de crescer... rs

Caroline disse...

Amigo,

Também gosto mais de Cem anos de solidão.

Abs,

Sarah disse...

Pô, agora tenho que ler esses 100 anos aí par ver o que eu acho, vai que me identifico...

o Humberto disse...

Dan, "O Amor..." é lindo, mas pra mim não causou o mesmo impacto que causou "100 anos..." não (especialmente considerando o final de 100 anos). Qto a esse amigo oculto, se eu estivesse lá ia sair no tapa pra pegar seu livro, rs. Eu tenho muito a ler ainda do García Márquez, o que vc me sugere? Abs!

Jana, vai me dando os nomes que estão na sua lista, tenho que aproveitar enquanto o bichinho da leitura me pegou de novo.

Carol, amiga, cê já tá de férias? Tá aqui na roça? Tenho que te ligar.

Por fim, Sarah, ACHO que vc vai adorar 100 anos. É muita viagem, mas ao mesmo tempo... se eu falar estraga (e quem sou eu pra falar de um livro daqueles?).

Besos!

Thiago Muniz disse...

Sou um tanto apaixonado por Gabriel Garcia Márquez e concordo com você. Apesar da beleza do "Amor...", "Cem anos de solidão" me tocam de uma maneira indescritível...