quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

revistas, muitas, muitas revistas

Lembram que eu falei sobre limpar as coisas pra dar espaço pro novo em 2011? Lembram do faxinão na hemeroteca que eu fiz na temporada offline? Spia aí uma cena do drama. Na verdade, eu garanto que só quem vê de perto é que sabe o desespero que é começar a arrumar e no meio ter vontade de jogar fogo em tudo pra acabar mais rápido. Porque não tem jeito, é descer revista e começar a dara uma olhadinha. Tenho vontade de doar, vender, queimar tudo, mas tem muita História ali. Muita coisa bonita e muita coisa engraçada.
s
Separei algumas pra mostrar aqui. Tem outras ainda que vão vir em posts separados. Vamos lá, bem brevemente:
s
Bruna Lombardi, mocinha, mocinha, na capa de natal da Claudia, em 1972. Pensar em revista neste país e não pensar em Bruna Lombardi na capa é impossível, ainda mais nos anos 1970 e 1980.
s
Essas são pra Sarah, única pessoa no mundo que vai lembrar de Alessandra Cardoso. A segunda capa é até discreta pros padrões da Nova, né?
s
Cauã Raymond, digo, Feitoca, na capa da Elle, em 2000. Pode até parecer bizarro, mas quanto mais passa o tempo mais eu acho que fez sentido. Foi nessa época que o padrão saradona virou moda, e ninguém melhor que ela na época pra isso. Eu até gosto da capa, sinceramente.
s
Carolina Dieckmann, em releitura de "Sin City" (que eu amo) para a Revista da Oi, em 2005. Acho simplesmente perfeito. Adorava essa revista, não sei se acabou, mas era muito, muito bacana.
s
Luiza Brunet sem photoshop, em algum momento entre 1982 e 1983 (já guardei a revista em local foda de mexer de novo). Tão bonitinha, tão novinha. Vê bem a ironia, era uma mocinha pagando de doninha na capa da Desfile. Hoje em dia inverteu, é uma doninha pagando de gatinha em tudo quanto é revista.
s
Vanessa Nunes, linda na capa de uma Marie Claire no final dos anos 1990, quando as capas eram das modelos (especialmente as brasileiras que mudaram a história das tops nos anos 2000) e não de qualquer atriz da Globo que esteja no ar. O conteúdo da revista também era muito bom (na verdade, pelo que eu sei, continua).
s
Ah, minha pré-adolescência... Nessa época meu apelido na escola era "o menino das revistas" (ou "das modelos"). Tempos sem internet, em que a gente via a capa pela primeira vez em posters enormes nas bancas. Eu delirava com as capas da Elle, era uma coisa tão diferente de todo o resto.d
A primeira Elle que eu comprei na vida, em 1991, toda parisiense, estrelada por ninguém menos que Isabelle Adjani. Muita viadagem pra um rapazinho de 14 anos, não? E o pior é que não tinha, era só pela paixão por revista mesmo. E, como disse, era louco pelas capas da Elle (e, pra ser sincero, era tão novo que o conteúdo nem me apeteceu tanto assim não, preferia as tosqueiras sexuais da Nova, sabe como é adolescente...).
d
Fala a verdade, não dá dó pensar que a Elle era revista tão cheia de personalidade e virou essa ode à anorexia de hoje em dia? Saudade da Regina Guerreiro e demais diretoras da época.s
d
"O significado de Michelle". Histórica. O foda é que todo o oba-oba e toda a expectativa em cima dos Obamas ainda não deu em nada. Os EUA continuam na merda. Também, convenhamos, difícil arrumar a bagunça deixada por Bush, né?
s
Outra capa saudosa da Elle. É da mesma época da Marie Claire aí de cima, final dos 1990 (vê que engraçado, era invertido, as globais saíam era na Elle e as tops na MC). Letícia Spiller era a vilã maluca de uma novela aí, e ela tava linda mesmo.
s
Não sei quem é essa modelo, mas sei que essa é uma peça que guardo com zelo na minha hemeroteca. É a primeira revista com a qual me lembro de ter tido contato, uma Desfile de 1980. Lembro bem que aqui em casa teve uma por anos, e que acabou de tanto a gente recortar pra fazer trabalho de escola. Algum tempo atrás eu achei esse exemplar num sebo, e o fato de eu lembrar de cada página assustou até a mim mesmo. Por que será que pra coisas realmente necessárias minha memória não é esse espetáculo todo?
s
Podem achar cafona e cliché, mais eu gosto dessa capa da extinta Nova Beleza. Era de abril de 2000, quando das comemorações dos 500 anos do descobrimento do país. Eu estava fora do Brasil e quando a vi pela internet, sei lá se pela saudade, achei a coisa mais linda fazerem a Tiazinha de índia. Eu sei, é brega, mas eu ainda gosto (e eu ainda acho que esse corpo de mulher, mais natural e menos forçado, é o mais bonito).
s
Isabel Fillardis, que tinha acabado de estourar em "Renascer", na capa da também extinta Interview, em 1993. O bacana é que a revista sempre tinha negras na capa, numa época em que isso era rarííííííssimo. O chato é que tinha que ter alguma descrição estranha do tipo "da cor do pecado" (esses são uns clichés que não aguento). Quanto à Isabel, estava um espetáculo. Eu ainda acho essa mulher maravilhosa, sempre achei.
s
Ufa... é isso por ora. Vou falar em outros posts sobre quatro outras capas que eu achei que mereciam um texto à parte. Entre as bregas, as de fofoca internacional, as elegantérrimas, as de arte, as noticiosas e muito fodas, sei que tem muita revista aqui ainda. E acabam sendo todas tão interessantes que essas arrumações não têm como não levar um dia inteiro. Ainda bem que só mexo com isso umas duas vezes no ano.
s
Estejam convidados pra vir ver isso (agora bem arrumadinho) quandoo quiserem.
Besos.
d

15 comentários:

Dan disse...

Caraca! Agora eu entendi o "adoro revistas desde sempre" do seu perfil!
ehehhe

bjo humbertinho!

Mr. TV disse...

Isabel Fillardis, saudade dela. Lembro dela cantora, meee, como to véinho. shusauhsasauhsahusahusaa... abraço Humberto, teu blog é meu preferido, suas tiradas são sempre ótimas, divertidas... Qta rasgação de seda hehehehe... vlwww

Heron disse...

Nussa! São décadas ai no seu quarto! Quem diria, Luiza Brunnet gordita hahaha.

Pq vc não coloca todas suas capas prediletas em quadros? Faz isto no corredor de sua casa! E com comentários, acho muito bacana para quem chega, vê e lê!

No mais, abraço!

o Humberto disse...

Hehehe, olha Dan, e eu tô numa fase de dar uma desesquentada. Eu era a alegria dos donos de sebos, era eu entrar e eles sorrirem. Às vezes, mesmo que eu não levasse uma revista era bom pra eles, pq se eu gostasse era sinal de que podia vender mais caro do que tava. Mas ainda gosto bastante. É um objeto de interesse bem estranho, mas fazer o quê, né?

Mr.TV, brigadão cara! Legal ler isso! Olha, por mim pode rasgar a seda à vontade, eu tenho mesmo que aprender a receber elogios, rs. Quanto à Isabel, ela tava no Jô semana passada. Continua linda. :)

Heron, meu caro, eu tava mesmo pensando em emuldurar a ampliação de UMA capa. Mas não consegui pensar em qual. Na verdade, como tô meio desiludido de revistas, pensei em poster de filme, que é outra coisa que amo, mas tb não pensei num que seja muito significativo. Depois conto o que decidi.

Abração queridos!

Sarah disse...

Ai esses posts de revistas!! Acho o máximo desenterrar essas coisas e adoro flolhear para ver as publicidades antigas.
Como as capas definem bem cada época.
Bruna Lombardi (a cara da minha tia, que hoje tem mais de 60 rs), Alessandra Cardoso, ela fez muitas capas no final dos 80 e início dos 90! tava em todas!!E era bem característica da época.
A foto o Cauã assusta rsrs, a da chatinha Dieckmann tá lindíssima, a carota da Brunet nos anos 80 era bem diferente ( um figura clássica também), a moça segurando a bola de fute é a Rhonda Niles( Elle de janeiro de 1990- ou fevereiro?? rs).
Nessa exata época, 2o semestre de 89, início de 90, o Brasil recebeu uma leva de modelos internacionais que acabaram nas capas das principais revistas brasileiras,a Rhonda fez várias.
E eu também amava as capas das Elles desse período, criativas, lindas mesmo, fora queo tamanho da revista era outro, maior.
A Desfile eu considero uma das revistas mais bacanas da época, muita coisa legal, fotos, a parte de moda ( e culinária também rs), ótima revista!
Muita coisa boa aí nesse sebo em BH Humberto, não, porque v tem um sebo em casa!! E não vai dar coragem de se desfazer dele..num vai.

Mada disse...

Olá Humberto gostei do seu Site,Gostaria que vc entrasse em contato comigo se possivel. meu Blog é http://comunidademada.blogspot.com/ Para Recordar Novelas e Famosos meu email é comunidadeart@hotmail.com.Espero seu contato

Anônimo disse...

Eu curti o seu blog. Sabe eu sou daquelas que era fã das revistas antigas do tipo "Mulher de hoje", em que a modelo Alessandra Cardoso aparecia na capa. Eu achava a mulher mais linda do mundo. queria rever outras capas em que ela aprece só pra relembrar. 1 grande abraço. Manu.

o Humberto disse...

Que bom que gostou do blog, Manu, volta e comenta sempre, será uma honra.

Vou tentar achar mais alguma coisa da Alessandra Cardoso. Eu queria mesmo era descobrir por onde andam essas modelos dos anos 80.

Abração!

Anônimo disse...

A Alessandra Cardoso mora em Dubai, continua trabalhando linda e trabalhando com moda.
Abraços

José disse...

Olá Humberto!

Estou visitando primeira vez o seu ÓTIMO blog fiquei MARAVILHADOOO com esse seu acervo de revistas!

Sobre essas suas revistas, gostaria de saber se vc tem alguma matéria
com atriz Claudia Ohana. É que eu faço a manutenção de um blog em homenagem à Cláudia e tenho GRANDE INTERESSE em adquirir reportagens/fotos dela (mesmo que em formato digital).

Se vc tiver um tempinho, queria que olhasse isso pra mim, se possível. Obrigado pela atenção. SUCESSO!

o Humberto disse...

Ei José, que bom que gostou do blog. O acervo de revistas me dá trabalho, vivo prometendo me livrar dele, mas eu gosto. :)

Infelizmente não tenho NADA da Cláudia Ohana. Nem as duas capas dela na Nova (na verdade tenha a 2a sim, digital só, vou procurar e post pra vc, pq ela é linda).

Eu inclusive vivo procurando fotos da Cláudia como Tieta, adoraria postar aqui no blog, mas nunca achei. Se você tiver manda pra mim. :)

Abração, volta sempre!

Alessandra Cardoso disse...

Ola Humberto,

Gostaria de agradecer a Sarah e 'Anonimo' por lembrarem de mim (Alessandra Cardoso), Para confirmar, moro sim em Dubai ha anos e continuo no ramo da moda, pois tenho uma escola de modelos chamada 'The Model Workshop', www.tmodelw.com

Para Anonimo (Manu): Obrigada pelo elogio!! No site tambem tem mais fotos da minha epoca de modelo se gostaria ver mais fotos!

Um super beijo!

Alessandra Cardoso

Flavia Cunha Lima disse...

Oi,Alessandra tenho a revista de com a foto tua de 1989 ela foi dada a minha mãe não sei se o nome diz alguma coisa para vc Etelvina Bello cunha lima eu sou filha dela Flavia,gostaria de saber de vc.

Katia Bello disse...

Oi Alessandra, meu nome Katia Bello e sou sobrinha do Joathas Geraldo Bello. Nao sei se vc se lembra dele e fico meio sem jeito de entrar em contato com vc depois de tanto tempo. Se vc se lembrar e quiser entrar em contato, fique a vontade. Estou no face com o nome de Katia Bello e meu e-mail e katiarbcm@gmail.com.

Manuel Ferreira Martins disse...

Ei humberto tens outras capas da interview como esta e outras, e estou garimpando as capas e quando achar mande para o e-mail manuelfmartins@ig.com.br