sexta-feira, 18 de março de 2011

enough

Eu não sou nem nunca fui de fugir pro fundo do mar quando os problemas tomam conta. Mas sinceramente, hoje, só hoje, e mais por cansaço espiritual que por temor de encarar os sustos, eu queria correr. Sem rumo, sem precisar chegar a lugar nenhum. Só dar uma de Lola mesmo, correr, correr, correr, correr bastante. Sei lá, até que uma hora o corpo alcançasse o cansaço da alma e o dois adormecessem um pouco. Só pra aliviar.
.

4 comentários:

David ®... disse...

vem pra cá
o tio tá de braços abertos pra vc:)

Cris disse...

Hmmmmmmmmmmm... todo mundo vez ou outra, sente vontade dessa fuga, desse abrigo, desse "dá um tempo e faz o mundo parar" !

Acho que vc não precisa dar um passo. Ao invés de correr, nessas horas o que podemos fazer é uma imensa, profunda e maravilhosa viagem interior. O encontro com nós mesmos: solitário, desejado, necessário.
Basta respirar fundo, fechar os olhos, desligar-se de tudo e todos e deixar que seu espírito comande a viagem. Em paz.
Meditação....

Fique bem! Lindo sábado e domingo.

beijos

Heron disse...

Uma noite de sono faz muito bem meu amigo. Mesmo que os problemas não se vão com a noite, reconforta. De alguma maneira.

Grande abraço. E respondendo sua pergunta lá no blog, vou tentar comprar na porta amanhã, se conseguir, beleza. Mas nem tô tão a fim...quero vê-la cantar e não declamar. Ainda mais recebendo aquela bolada rs.

o Humberto disse...

David ®, brigadão pelo abraço.

Cris, suas palavras têm me deixado sem palavras. Eu tô nessa mesmo. Inclusive hoje, só quero ouvir. Acho que não vai sair palavra da minha boca. Obrigado pela atenção.

Heron, o que eu não fiz foi dormir. Ontem foi um dia muito intenso.

As coisas vão se ajeitando. O que precisava ser dito foi dito, o que precisava ser demonstrado foi demonstrado. Agora é só ter fé e esperar as boas notícias.

Obrigado amigos.