segunda-feira, 11 de abril de 2011

Boninho Terezo

Eu sei que todo mundo ama o U2 e tal. Eu mesmo adoro. Mas eu já gostei muito mais. Na verdade, a banda, as músicas e tudo o mais eu ainda gosto muito.

O que eu não aguento é esse marketing Madre Tereza de Calcutá do Bono. Me dá muita preguiça. Daí que o show de São Paulo lucrou $ 50 milhões. Tá certíssimo, banda icônica internacional, show espetacular, lindo. Mas aí vem Seu Bono, o bom, e faz uma "homenagem" às vítimas do atirador no Rio, exibindo os nomes dessas pessoas no telão durante o show.

Francamente, Bono Vox, homenagem seria se o ingresso do seu show custasse um preço condizente com a realidade das pessoas, especialmente nos países subdesenvolvidos onde você adora pagar de salvador. Eu posso estar errado, mas duvido que algum desses jovens, se estivesse vivo, teria grana pra bancar uma idinha a um show do U2.

Por essas e outras que eu continuo preferindo o R.E.M., que além de fazer música muito melhor, faz "caridade" sem estardalhaço. Enfim, sei que é tudo relativo. Mas EU tenho preguiça.


P.S.: Já que tô falando de bandas que já gostei mais, posso citar o Skank? Eu adoraaaaava quando era adolescente, mas hoje ouvir a voz do Samuel Rosa me dá diarreia. Especialmente se for alguma música nova.

11 comentários:

Luna disse...

taí um ponto de vista que eu gostei, todo mundo pagando pau pra ele no FB,e eu meio assim, pensativa...

Dan disse...

cara. a gente pensa muito igual sabia?
ahahaha

eu acho ele um porre. tava falando exatamente isso ontem!

RAFAEL disse...

Sabe Humberto, o Bono ainda faz alguma coisa...o cara é um idolo mundial, e seja la oq ele disser é ouvido. Não concordo com os valores de ingresso nem de cinema, quanto mais um show.

Mas vejo um Ronaldo gaúcho chegar no Brasil na semana da catastofre do Rio de Janeiro, onde quase mil pessoas morreram vitimas de deslizamentos, e o cara aparecer com aquela boca de chupar ovo no Flamengo, com o povo gritando o nome dele histéricos, e não ter a capacidade de dizer algo ou pedir um minuto de silencio ( que ja seria pouco)...e continuar comemorando sua contratação com festa e samba, enquanto milhares sofriam. Aquilo tinha que ser desmarcado como respeito a tantos cariocas que passavem pelos piores momentos das suas vidas...

O Ronaldo gaucho hoje pode aparecer pintado de ouro, ser o melhor jogador de todos os tempos, que a impressão que fiquei dele jamais mudará...

Não passa de um decadente, fracassado, que vem pro Brasil bancar o pop star.

abração.

Alan Raspante disse...

O pior mesmo é não saber as reais intenções. Afinal, doar dinheiro e fazer um minuto de silêncio é fácil... Agora, será que o bendito gosta mesmo de ajudar ou é apenas jogada de marketing? tipo BBB "Olha sou bom demais. Gostem de mim". E, essa coisa de ajudar sempre falando sobre 'as ajudas' soa meio estranho mesmo... Enfim, ajuda, Ok? Mas precisa sempre fazer estardalhaço sobre isso? Claro que não.

abs.

Caroline disse...

Concordo com vc amigo. Gosto do U2. Tenho um pouco de preguiça do Skank, mas continuo gostando de algumas músicas.

Abs,

Cris disse...

Xiiiiiiiiii....discordo totalmente do que vc disse.

Nenhum show no Brasil fez uma homenagem as vítimas de Realengo e Bono não é brasileiro. Fez ! Bono não é brasileiro e falou com a Presidenta Dilma sobre essas crianças.
Se elas estivessem vivas, não poderiam ir ao show do U2. Realmente é caro demais. Aqui, devido aos impostos, torna-se mais caro ainda. Se já é um show para uma certa elite, no Brasil... nem precisamos comentar o óbvio.
Fui pq estava meio a trabalho. Já havia visto algumas apresentações da banda e acho os caras bons pra caramba. Bono tem uma linha direta com seu público. Tem um carisma fora do normal para com aqueles que o curtem. Quem esteve lá e viu a homenagem feita as crianças assassinadas, tenho certeza absoluta que como eu, se emocionaram. Foi um momento FORTE em toda a expressão da palavra.

Acho que Bono prefere usar sua grana para ajudar principalmente o continente africano; o que já fez dezenas de vezes com shows onde toda a renda era destinada a tal.
Da mesma forma usa sua influência para movimentar causas que defende e chegar onde nenhuma outra banda conseguiu chegar nos dias de hoje. A revista TIMES colocou Bono entre as 100 pessoas mais influente do mundo em 2008. Não é pouco!


Acho que o cara é bom no que faz, sabe o que faz e tem um noção imensa e precisa de todo o seu trabalho.

É isso...pronta para levar broca do pessoal.....rs

beijos

o Humberto disse...

Olha, PQP, digitei uma resposta enoooooooooooorme e não publicou, então...
Thanks pelos coments, povo.

o Humberto disse...

Odeio quando isso acontece. Depois tento de novo. :S

o Humberto disse...

Bom, vamos lá, versão resumida da resposta que tinha postado aqui:

LUNA, bacana sua visita, volta sempre, tá?

DAN, ótimo que alguém como vc pense como eu, rs, é uma honra. O mais legal é que vc é tb dos que mais discordam, mas a gente sempre dialoga, isso é o melhor pra mim, de verdade. Besos!

RAFAEL, você disse tudo. Eu sou até suspeito pra falar, pq por mais que eu tenha meu time e tal, eu acho essa cultura do futebol e seus ídolos no Brasil uma coisa esquisita. Pode cair o mundo que a mocinha do Globo Esporte vai estar sempre sorrindo, o Fantástico vai sempre terminar com os gols. Acho que não é em pizza que acabam as coisas no Brasil, mas em futebol.

ALAN, minha crítica é bem ao estardalhaço mesmo. A quem, de verdade, é vantajoso dar notoriedade "aos problemas"?

CAROL, acho que vc tem que adorar o Skank (depois te conto pq).

E CRIS, vamo lá (tentar de novo, rs): Bom, eu tinha dito e repito, que não precisa se preparar pra bronca não pq a troca de ideias é muito bem-vinda no blog, mas o barraco não, logo eu não deixaria ninguém ser grosseiro nem com vc nem com ninguém.

Eu tb disse que o fato de o Bono (e a Shakira) encontrar a Dilma não representa muita coisa pra mim não. Acho, de novo, que é marketing. "Bono encontra líderes mundiais para blablabla..." Resolve-se alguma coisa de fato ou só ajuda ele a ir parar na capa da Time como mártir? Tb fica parecendo pra mim que há uma postura de colônia da Sra. Presidenta, que recebe esse povo (pq, nossa, são astros internacionais). Será que ela receberia o Benito de Paula? O Belchior?

Eu acho que é tudo meio relativo, mas eu repito minha posição de que pra mim é puro marketing do bom samaritano. Eu não tenho a menor dúvida de que deve ter sido emocionante o nome das vítimas durante o show (afinal, o país estaava em choque), mas o que isso vai significar de melhora? Era pra ser só uma homenagem? Claaro, está certo. Mas, querendo ou não, serve também de reforço pra imagem de São Bono Vox.

Enfim, amiga, fique à vontade pra comentar sempre e pra discordar tb. O que posto aqui é só o meu ponto de vista sobre as coisas, não é e nem pretende ser nenhuma verdade absoluta.
(a outra resposta estava mais clara).

Abrazos a todos, adoro blogar por conta desse diáolgo que acontece nos comentários (olha eu fazendo o Bono, "save the world"!).

Anônimo disse...

Acho esse Bono um PÉ NO SACO!!!!
Bestinha Internacional!
Esse povo está vindo aos montes para o Brasil por que será? Lá fora já era?

Caroline disse...

Ai meu Deus estou curiosa rsrsrs!!!

Abs,