terça-feira, 12 de abril de 2011

vida real

O bacana de ter um blog é que você passa a admirar muito os blogs de outras pessoas. Às vezes acontece de eu ler coisas em outros espaços que parecem ter sido escritas pra mim. Palavras que eu gostaria de ter dito, mas não cheguei a ter o talento ou a luz necessários para dizê-las.

Ontem, passando pelo valioso blogroll do "o Humberto Explica", li um texto que se encaixa tão perfeitamente na descrição acima, que vou tomar a liberdade de linká-lo aqui. É do S.A.M., o eterno garoto, e não poderia ser mais verdadeiro e mais lindo.

E, eu preciso dizer, salvou minha noite ontem, me ajudando a enterrar o sentimento de choque e decepção e a abrir a porta para os melhores sentimentos que querem entrar.

Obrigado S.A.M.. Obrigado Sr. Federic.

Besos a todos. .

.

8 comentários:

Cris disse...

O bom da vida é isso: não conseguimos dizer tudo, escrever tudo. De repente, encontramos mensageiros do que sentimos e pensamos e... passamos a compartilhar. Isso é dádiva!

Li o post do seu amigo. Muito lindo e muito autêntico. A urgência em amar. Acontece. A urgência em viver agora. Não porque seja uma loucura desenfreada, mas porque é um encontro além do que podíamos esperar. Alma e corpo é pra se respeitar....rs
Tomara que os dois sigam em frente e respeitem essa chance da vida!

Se serviu pra vc....rsrsrsrsrs Vou dizer o que? Tomara que vc siga em frente e aproveite a chance da vida!

Um beijo grande para vc e para os protagonistas do outro texto.

Rodrigo disse...

o SAM é massa

Caroline disse...

Nossa que texto lindo!!

Abs,

Janaína disse...

Nossa!!! Que texto, hein?! Simplesmente MARAVILHOSO! E inspirador.

S.A.M disse...

Poxa, só vi isso agora e fico super lisongeado.

Grande beijo.

Emoções disse...

Adoro explicaões... rsrrrsr
Belo blog. Voltarei.
Fica na paz.

o Humberto disse...

É isso aí, gente, o SAM arrasa.
SAM, você arrasa, rapaz, eu que agradeço o "empréstimo" do seu post, muito lindo mesmo!

E "Emoções", volte sempre!

Abraços a todos!

R. Paschoal disse...

Isso mesmo!

Queremos o Humberto assanhado de volta!