sexta-feira, 6 de maio de 2011

Direitos Iguais

Repararam aí no canto direito um simbolozinho novo, desde o aniversário do blog? Eu conheci esse símbolo, o mesmo da imagem aí acima, no blog do Rodrigo gaúcho. Procurando saber do que se tratava, descobri que é algo como um símbolo pelos direitos iguais para os gays. Alguns blogs especificam isso, outros simplesmente mencionam "direitos iguais".

Eu decidi colocar aqui também por acreditar que as pessoas são diferentes, mas que os direitos devem ser iguais para todas -- porque, no fim das contas, é todo mundo gente (alguns podem até não ser boa gente, mas enfim). Pra mim, se você clama por direitos iguais não precisa especificar pra quem: direitos iguais, entendo, são direitos iguais e portanto devem ser para todos.

Nessa correria toda que eu andava, só ontem é que fui ver que estava rolando a votação no Supremo Tribunal Federal pela legalização da união civil entre pessoas do mesmo sexo no Brasil. E o mais impressionante (e bacana!) é que ela foi aprovada!

Tem noção do que significa isso?? Brasil, esse país cabeça-dura, cheio de religiosos no poder, finalmente acordar para a realidade das novas formas de família no mundo no século XXI. Isso é incrível!

Não sei quantos gays vão sair por aí casando (nem sei quantos deles realmente estão interessados nisso), mas ao menos agora, se eles se interessarem eles podem. Como deveria ser, há muito tempo, para qualquer um. E também acaba aquela coisa odiosa de família que põe o filho pra fora de casa e depois que ele morre vem tomar tudo que ele conseguiu ao lado de um parceiro. Enfim, é uma nova realidade jurídica que, espero, vai evitar muitas injustiças (Sarah, leitora do Direito aqui do blog, podia falar mais disso depois, que tal lindona?).

Minha torcida fica agora para que seja criminalizada a homofobia. Porque é um absurdo a violência contra homossexuais neste país. Aliás, qualquer tipo de violência é absurda. O que não suporto mesmo é a impunidade, e enquanto não for crime quebrar uma lâmpada fluorescente na cara de um rapaz, pelo simples fato de supô-lo gay, então ainda não haverá motivo suficiente para comemorar.

Bom, de todo modo, é um avanço considerável. Torçamos por um país, por um mundo, onde os direitos sejam realmente iguais. Inclusive o direito de sermos, graças a Deus, diferentes.


P.S.: Gente, essa semana tá corrida demais, muito trabalho. Então eu li os comentários, mas ainda não tive tempo de responder (mas vou). O mesmo vale pros blogs parceiros, li todos, mas não tive tempo de comentar (mas vou). Besos.

9 comentários:

Alan Raspante disse...

Ainda há luz no fim do túnel... :D

david era uma vez... disse...

Feliz ao extremo... e esperando a poeira baixar pra legalizar as coisas aqui em casa.

Mas fazer um comentariozinho:
Após ler a noticia na Uol, claro que fui ler os comentários dos leitores, varios parabenizando o Pais... mas outros tantos metendo pau dizendo coisas absurdas.
Agora minha pergunta é simples;
Se vc é homossexual, a lei é otima funcionará muito é o que esperavamos a muito tempo e coisa e tal.
Agora para você que é heterossexual, NADA na sua vida vai mudar... POR QUE você esta enchendo o saco? Não vai te dar prejuizo nenhum, não vai tirar dinheiro do seu bolso, não vai nada... por que te assusta isso?

Alguem poderia me responder isso?


Beijos meu amigo!!

Ja esta convidado para o casório, (que sem eu saber da votação ja tínhamos marcado para julho a data!)

o Humberto disse...

Eita David, me dá o dia certo que eu vou mesmo! :D Adorei a novidade!
Quanto a esses babacas, é tudo um bando de gente mal resolvida. Aliás, eu tenho uma teoria de que existe uma raça de gente que não faz nada, e passa os dias esperando pra ser do contra nos sites do notícia. Tudo é motivo pra reclamar. A Xuxa não pode dar um peido que o povo reclama. Se por bobagens eles já chiam, imagina por algo relevante como o que aconteceu ontem? Enfim, agora é correr pro abraço, meu amigo, você merece!

E Alan, agora vamos torcer pela criminalização da homofobia. Porque ela deve dar uma piorada agora. :( ...

Abrazos, queridos.

o Humberto disse...

Promessa cumprida, blogs comentados, comentários respondidos. ;)

RAFAEL disse...

O Brasil um dia dará exemplo de liberdade, direitos civis iguais, de forma adulta e respeitosa. Não é possivel que passemos nossa história toda sendo um povo corrupto, sambista e vagabundo.

abração.

Ps.: li o seu post de não sei qdo falando do padre Fabio de Melo...sabe que eu tb não engulo muito essa carinha de galã dele. espero estar errado...rs

Tô Ligado disse...

Todos nós somos iguais. O que não pode é o grupo marginalizado pela sociedade aproveitar deste discurso e sempre se mostrar mais marginalizado que realmente é. Eu sou negro, utilizei de cotas para fazer faculdade mas não é por isso que me sinto inferior ou superior a qualquer outro colega meu. Acho que melhor que a inclusão social, é a manutenção das pessoas na sociedade. Liberdade, igualde e fraternidade sempre!

Luciano disse...

Apesar da relatividade da vitória de ontem, é inegável que a decisão do STF é um passo enorme e histórico. Principalmente em um país que há apenas 6 meses atravessava um processo de eleição presidencial que não soube se desvencilhar do maléfico ranço religioso e se enveredou por discussões improdutivas sobre o aborto e o "casamento gay" (em tom pejorativo). As palavras dos ministros da mais alta corte do país nos últimos dois dias deram um recado muito claro às igrejas que tentam governar a vida civil dos cidadãos do país, e jogaram as discussões da campanha presidencial de volta para o lugar de onde nunca deveriam ter saído: o fundo do poço do obscurantismo e da ignorância.
Muque de Peão

Heron disse...

Gostei do termo homoafetivo.

:)

railer disse...

viva o amor, liberdade, igualdade!