quinta-feira, 18 de agosto de 2011

once upon a really, really good time :)

Uma amiga dos tempos de colégio fez aquela coisa que a gente adora e postou (com direito a Tag devidamente removida posteriormente) uma foto minha daquela época. A impressão que eu tenho é que eu pesava 50 quilos (mas era 60kg, juro!).

Tudo bem que eu estou péssimo na foto, mas isso é o de menos (até porque rolam várias calças saint-tropeitos do resto da turma). O que vale mesmo é a lembrança de uma época muito boa! Época em que eu era feliz e sabia.

Aos 17 anos eu era um rapazinho muito, mas muito diferente do homem que eu me tornei, ingênuo de dar dó. Mas eu era bom rapaz. :)

Agora, pra fechar, clica aqui e dá uma olhada no clipe de uma das bandas que eu mais adorava na época.

Ô vida boa. Desde sempre.
Besos!

11 comentários:

melo disse...

olhe eu aqui na sua casa, moço!

direto do FB!! como não tinha vindo antes?

olha, semana passada, fui ter com meu pai e irmão pelo dia dos pais e, fui eu a buscar meus sobrinhos na escola, aliás, na mesma escola onde eu e meu irmão estudamos quando garotos.

cheguei lá e, enquanto os meninos jogavam bola, fiquei ali vendo aquele lugar que mudara, mesmo em anos, muito pouco e muita coisa veio na cabeça..

vontade era sair pelos corredores e quadras lembrando o que passara ali (e até umas pegações teve, já era dessas eu...)

o Humberto disse...

Grande Seu Alex! Bem-vindo!

Então, rapaz, colégio é sempre uma boa lembrança (ao contrário daqueles primeiros anos de escola, festivl de bullying quando isso ainda chamava só escrotidão mesmo).

Esse colégio da foto foi um divisor de águas na minha vida. Eu era TÃO inocente até então e tão tímido que até eu acho difícil acreditar que era eu mesmo.

Mas fiz os melhores amigos, me diverti muito e de quebra encontrei o amor da minha vida por lá, rs...

Nunca mais voltei, acredita? Acho que se eu for eu vou sair correndo pelos corredores também, hehehe!

Abrazo meu querido!
:D

Mr. TV disse...

lindão, não consigo te reconhecer na foto. hehehe... devia tá bem diferente mesmo. eu acho que eu descobri pq gosto tanto desse lugar, os textos são direcionados a mim, só pode. eu era muito mais ingênuo q vc, pode ter certeza, o mundo era cor de rosa, todo mundo era gente boa, tudo iria dar certo, num passe de mágica eu ia ficar rico e ser feliz pro resto da vida... rsss... viu que vida sem graça seria se fosse desse jeito? aprendi a dar valor as coisas, as pessoas, aprendi a me defender, a me dar o direito de ficar de mal com a vida, com o mundo, com as pessoas, aprendi que amigo de verdade são poucos, aprendi a amar, sei o que é ser amado, sei tb o que é sofrer por amor e num ser valorizado, aprendi que família é tudo, que a minha é perfeita pra mim, mesmo com todos os defeitos que só eu sei q ela tem. Aprendi que dinheiro se faz necessário, mas sem saúde num adianta nada, tou com um papo de véio né? é q conforme eu fui aprendendo tudo isso, caindo, levantando, caindo de novo, levantando outra vez, os anos tb foram passando. e eu tou mto mais feliz agora e preparado pra muitas mais pisadas de bola e alegrias também. Lindão, noutra vida eu quero poder ficar mais perto de vc, quer ser meu irmão? tu deve estar num estágio bem a frente de mim... obrigado pelas palavras, mesmo q sem querer, eu senti que foram ditas para mim. fica com Deus! abraço. bom final de semana pra ti...

Heron disse...

hehehe saiu até escondido né Sr Humberto! rs, eu gosto de ver estas fotos, dá uma saudade dos tempos de escola!

Mas estou mais feliz agora. E que interessante, Green Day. Eu escutava Silverchair e Smashing Pumpkins acredita?

Abraço!

Dan disse...

vc é aquele no cantinho de baixo?
eheheh

Diego Rebouças disse...

Você está uma fofonice na foto.

E sobre a banda, eu jurava que vinha um Dominó, um Menudo, um Paquitas...

Atitude do pensar disse...

Putz, curtia o som dessa banda, tenho uma camisa deles até hoje, ficou entre as roupas que deixo na casa dos meus pais. Quando vou lá, geralmente a uso.
Olha, tenho pavor de fotos antigas, mas contraditoriamente, adoro perceber o quanto melhorei. Meu RG que o diga.
Porém algo permanece: ainda sou inocente, mesmo chegando aos 30. E sinceramente, assim prefiro, mesmo que doa (as vezes).
Bj,
K.

FOXX disse...

ê menino feliz!

Paulo disse...

Época de faculdade era sensacional, excelente lembranças... mas as fotos! Medo e pânico quando me vejo nessa época, haha!! Cabelo compridão batendo no ombro, sempre preso num rabo de cavalo, magrelo e com barriga de cerveja, já que minha sala de aula foi no bar da faculdade!

Fico com as memórias, mas deleto todas as fotos, hehe!

Lobo disse...

Melo safada desde sempre. Adoro! ahauahauhaua

Eu morro de vergonha das minhas fotos de escola... Minha mãe era muito malvada de me deixar andar por ai com aquele Black daquele tamanho e não falar nada ahauahauau. Agora a escola... meh, nem tão boas lembranças assim. Adoro quando vejo relatos bonitinhos dessa época, compensa um pouco a meia desgraça que foi a minha :p

Beijo Humberto!

alan raspante disse...

Se era feliz e sabia disso, então quer dizer que valeu a pena ;)