quinta-feira, 22 de dezembro de 2011

someone as wild to run with



Eu não sou o maior fã de "Sex and the City". Ao menos não daquele tipo de fã que cita passagens, que acha Carrie diva (eu acho uma chata), blábláblá... Eu gosto da série, mas não é minha favorita, e eu ainda acho que é mulherzinha demais pra mim.

Na verdade, falo tendo assistido apenas duas temporadas e os dois filmes. Comecei a ver uns dois anos atrás e parei, curiosamente, no penúltimo episódio da segunda temporada. Depois fiquei mais de um ano sem ver. Agora, porque ganhei a série completa, comecei a assistir tudo de novo, desde o primeiro.

E mudei pouco de opinião. Continuo me divertindo, continuo sentindo saudade de New York, continuo achando Carrie exagerada nos dramas... Mas algumas coisas mudaram. Por exemplo, gostava mais da Samantha, hoje minha favorita é a Miranda.

Anyways. Toda essa introdução é puro bullshit (sobretudo a saudade de NY, onde, infelizmente, apenas pisei). Tudo isso é pra dizer que hoje, agorinha, finalmente assisti ao último episódio da segunda temporada (coisa que deveria ter feito pouco mais de um ano atrás). E o final desse episódio, bom, esse final... ele é cheio de simbologia para os fãs da série. Mas pra mim, olha, pra mim esse final tem ainda muito mais significado.

Começando a ver a terceira temporada em dois minutos e achando que, quando terminar a série, acabarei me tornando um desses fãs de "Sex and the City". Vai saber.
.

7 comentários:

Rafael Paschoal disse...

Pode apostar que sim!!!

railer disse...

eu vi a série completa duas vezes. pra mim a quinta temporada é uma das melhores.

Lobo disse...

Não sou muito fã da série. Assisti um dois episódios soltos na época que morava com meus pais e eles tinham TV por assinatura... mas foi só.

Realmente, esse final tem uma epifania forte. Já a tive há algum tempo, só que olha, como falta gente selvagem nesse mundo...

Beijo Humberto!

alan raspante disse...

Sabe que eu nunca assisti? Nem a série e nem os filmes... Quem sabe um dia.

FOXX disse...

pois eu qro que vc faça um adendo a esse post, dois.

1) ten q dizer q fui eu q te dei as temporadas.

2) kd a cena final do filme da Barbra? pra mostrar que é identica a esse final da Carry com o Big?

Mr. TV disse...

olá meu querido, meu amigo de fé, irmão, camarada, nossa quanto confete né não? e é tudo verdadeiro, t amo de verdade véio, de coração, tu sabe o qto sou teu fã, leio o Humberto explica de cabo a rabo, t acho extraordinário, escreves muito bem, tu é lindo, tu sabe disso!! feliz natal figura. Abração!!

Reginaldo disse...

Engraçado como eu fui apaixonado por Sex and the City, mas depois de um relacionamento fracassado sempre conectava o SATC ao período. Hoje pela primeira vez lendo seu post sobre, percebi que o "ranço" acabou e sim, me deu saudades do seriado.