segunda-feira, 30 de janeiro de 2012

coisa de Emily iniciante

E quem sou eu pra falar de Anna Wintour? Mas, sinceramente, quando a estrela da capa da Vogue é a Taylor Swift eu acredito fortemente que é hora de repensar essa opção pelas famosas. Acho que está além da hora da revista voltar a apostar nas modelos sob o risco de se perder de vez qualquer credibilidade no potencial de "bíblia" da moda desta publicação.

Mau gosto define. E olha que, francamente, nem achei a capa tão ruim assim. Mas, cá pra nós, vocês achariam normal a Paula Fernandes na capa da Elle, por exemplo?

Pena que Wilhelmina Slater é fictícia. Ela achava até a Shania o erro, imagina o que teria a dizer de Taylor. Certeza que Wil daria um jeito nessa bagunça da Vogue em dois tempos.
.

5 comentários:

Cores da Crise de meia idade! disse...

"mau gosto define"
Nesse mundo politicamente correto , onde as pessoas se sentem cada vez mais forçadas a achar tudo bonito e certo,uma voz como a sua gritando : O rei está nú é mais que bem vinda!
Arriba!!!

bjs

FOXX disse...

Slater era tudo de bom!

Alan Raspante disse...

Olha, foi o único ensaio da Taylor que eu achei bonito. A cara dela é muito estranha e dei graças a deus por ela ter dado um jeito no picumã, mas concordo contigo... Taylor não deveria ter saido da Vogue Teen! HAHAHA

Rodrigo disse...

achei péssimo, também

BB disse...

O comércio é quem manda na ANNA WINTOUR!!!