segunda-feira, 5 de agosto de 2013

mãos de zumbi

Daí eu abri o UOL e dei de cara com a chamada: "Terror de Famosas, Mãos e Pés Entregam Idade." E eu não consigo evitar a pergunta: qual o problema dessa gente?

Então tem que esconder a idade, é isso? A pessoa não pode amadurecer, não pode envelhecer? Já tá valendo a máxima "morra cedo e não envelheça" e ninguém me contou?

Assim que o link abriu dei-me conta de que se tratava de uma matéria no 'UOL Mulher', ou seja, o problema de envelhecer e apresentar sinais de idade é, portanto, um problema para a mulher. Quem tem que se incomodar com as marcas do tempo, pra variar, é a mulher (que seja a Madonna, A Sarah Jessica Parker, a Xuxa ou a Rosiellen que ainda está com 15 anos).

Isso me leva lá naquele ponto que eu toquei uns dois posts atrás, quando falei da Susana Vieira: a mulher que envelhece se vê, cada vez mais, num beco sem saída: ou assume as mudanças naturais do seu corpo e é tida como uma "velha acabada" ou e tenta adiar tudo isso é considerada uma "velha ridícula que quer parecer mais jovem". Mas, gente, faz o que então, se enfia dentro de casa e sai só no caixão? É isso?

A matéria horrorosa ainda se acha engraçadinha o suficiente pra descrever os tais sinais do tempo como "mãos de zumbi". Francamente, acabou-se tanto o respeito pelas mulheres quanto pelo jornalismo. Que raio de termos são esses?

O mais curioso nisso tudo, pra mim, está no fato de que o artigo foi publicado num site feminino. Portanto, em tese, deveria ter ao menos uma abordagem que atendesse aos interesses da mulher. "Mãos de zumbi"?? "Entregar a idade"?? E o pior, foi uma bonita duma jornalista, mulher!!!, quem escreveu isso? Pode isso, mulherada?!

Sério, eu fico me perguntando mil coisas: Precisa partir pro ridículo, perder a noção? A moça que escreveu a matéria ao invés de escrever sobre o assunto numa perspectiva que interessasse à mulher, faz uma coisa de um modo que só reprime a mulher de novo. Juro que não compreendo. 

Sei bem que o jornalismo feminino se baseia muito na imagem idealizada da mulher, e sei também que, infelizmente, a leitora gosta disso. Mas será que as coisas já não mudaram um pouquinho? Será que os novos tempos já não permitem matérias com um pouco mais de bom senso, que apelem para a beleza e também para a inteligência das mulheres que as vão ler? Já dá pra fazer melhor, não dá? Dá sim.

'UOL Mulher', as mulheres conseguem ser bonitas e inteligentes, pode acreditar. E a gente já sabe dissomuuuito tempo.


P.S.: E olha que eu já zoei os pezinhos da Véia aqui, vocês talvez se lembrem. Mas não pelos sinais do tempo, e sim pelas unhas aparentemente mal cuidadas.
P.S.2: Leitores antigos também sabem que eu me refiro à Véia como Véia por amor, e não por escrotice.


3 comentários:

Edilson Cravo disse...

Humberto:

Realmente é deplorável esta estética vigente que exige que todos aparentam 15 anos pra sempre...preguiça disso tudo..rs

Excelente postagem, claro...rs

Linda semana queridão. Beijos.

Ro Fers disse...

Até entendo seu ponto de vista, mas acho válido todo e qualquer tipo de estética que venha a mostrar jovialidade, afinal os tempos mudaram, visto que a tecnologia proporciona boa aparência...
Ahh se eu tivesse dinheiro...rs ia me reformular todo.
Abraços!

Latinha disse...

Mas tem bicho mais cruel que mulher?! Me lembro de uma amiga comentando que só escolhi médicos homens, principalmente o gineco, porque eles eram mais sensíveis... As médicas, por serem mulheres, achavam que tudo era frescura...

Legal sua observação, esses dias me passou aos olhos uma reportagem falando sobre a polêmica gerada pela foto da Kate Middleton deixando a maternidade ostentando uma barriguinha.

Em épocas em que "a moda" é mostrar a barriga chapada logo após o parto, a colunista comentava sobre o direito de ser uma mera mortal.

Enfim, "noção" tem sido um artigo escasso nos últimos tempos..

Até!