quarta-feira, 7 de agosto de 2013

TPM tira uma onda com a NOVA. Mas, espera...

A TPM é uma revista bacana. Eu já falei muuuuito dela aqui, em vários outros posts. Ela é uma revista feminina muito bacana. A única coisa que sempre me incomodou nela, e ainda não mudei de opinião, é essa coisa que ela tem de querer se vender como diferente (e muito melhor) que as outras revistas femininas no mercado. (na verdade me irrita bastante também as escolhas que eles fazem pra estrela de capa, mas sobre isso eu falo noutra ocasião).

Daí que a TPM deste mês fez uma capa muitíssimo bem bolada, justamente zoando com a Nova. A Nova, aquela revista que a gente ama zoar (e ela não cansa de dar motivo pra isso), mas que também é aquela revista que completa 40 anos de sucesso mês que vem.

Então a TPM soltou uma capa com a Alice Braga fazendo pose demulher da Nova, com cabelão de Nova e aquelas chamadas todas que a gente até gosta, pode confessar. E soltou também uma outra capa, com a mulher num jeito TPM de ser. A propósito, lindas as duas capas.

(antes de prosseguir, ressalto que só vi as capas na divulgação pela internet e confesso que nem entendi ainda como funciona, se a revista vem com as duas opções, se a primeira é fake... de todo modo vou sair agora e adquirir a minha, até pra fazer um outro post depois com mais propriedade -- sobre essa edição específica da revista, não sobre revistas femininas, porque sobre isso vocês já sabem que eu tenho alguma propriedade pra falar, não é vero?).

Anyways, penso que quando a TPM insiste nessa contraposição de ideais femininos, ela deixa muito claro como ela acha que a mulher deve ser (e como NÃO deve ser). De forma que estamos lidando de novo com estereótipos femininos. Uma é sexy, a outra é "cool". Não acredito que deva haver uma melhor que a outra. Não acredito que deva haver um ideal. Imagino que as mulheres a esta altura do campeonato já possam ter liberdade pra viver, parecer e agir do modo que melhor lhes convir.

Ainda sobre essa mulher bacaninha da TPM, já disse e repito que não creio que ela seja assim tão diferente das mulheres das outras revistas. Acho, na verdade, que ela esconde um certo preconceito contra as outras, ou até contra si mesma. Esta semana, por exemplo, o portal da Trip Para Mulheres apresentou sua especialista em decoração (que vai dar dicas cool para você deixar o seu lugar legal). Claudia Casa mandou um beijo. E a Claudia Cozinha mandou perguntar quando é que sai o primeiro fascículo de culinária da TPM com alguma atriz que ninguém conhece ensinando como preparar uma massa instantânea descolada pra servir pro namorido barbudão.

Enfim, se continuar falando aqui, agora, estarei chovendo no molhado (afinal, vocês sabem bem o que eu penso das revistas envolvidas) e estarei correndo o risco de ser preconceituoso (e Deus me livre disso, ainda mais falando do trabalho dos outros). Vou comprar a revista, vou ler. Assim que der um tempinho volto no assunto aqui no blog.

Leitoras que tiverem a oportunidade de ler também (ou não, sei lá), estão mais que convidadas a comentar.

É isto por ora. 
Beijos.

E aí, vai de sexy cool ou de cool sexy?


4 comentários:

Latinha disse...

Confesso que eu já li mais revistas, sem querer ser preconceituoso mas NOVA para mim é aquela coisa meio "segura marido" e revista de consultório.

A TPM eu já li matérias bacanas, mas não sou profundo conhecedor. Gostei do lance das capa. Acho que se fosse comprar, seria a "estilo TPM" mesmo.

Também gosto da Alice Braga!

Até.

Tô Ligado disse...

Sexy sem ser vulgar! kkkk

Tainá disse...

Nunca chequei o conteudo de uma TPM pra saber se ela é a diferente da Nova ou não, mas DEUS, ESSA CAPA ZUANDO A NOVA TÁ O MAXIMO, SCOROOROO UAHAUHAUHUAHUA

Paulo Roberto Figueiredo Braccini . Bratz disse...

só para avisar q voltei ... saudades daqui ...

beijão