quinta-feira, 28 de março de 2013

credo Donelô!

(mais) Uma coisa que eu nunca entendi em "Salve Jorge" é a seguinte: Toda cena em que que Creusa aparece ela está trabalhando ou pronta para o trabalho. Seja no café da manhã, seja quando o policial Ricardo (ex-modelo gostoso da NOVA) chega de madrugada, Creusa tá sempre vestida com seu uniforme, penteada, desperta e disponível pra atender a porta, servir café, cuidar da patroa e ainda vigiar a vida dela 24h/dia pra dar satisfação pro ex-marido da dita cuja.

Creusa não tem um chamego, amigos, família, Creusa não tem nem um problema particular pra chamar de seu.

Daí eu me pergunto: isso não é regime de escravidão, não? Donelô tá tão ocupada com as brasileiras escravizadas na Turquia que nem se deu conta de que tem uma em casa, escravizada por ela mesma? Uai, Glória Perez, cumé que é isso??

Creusa, minha filha, compra um jornal e manda a Donelô ler isso aqui ó, diz pra ela que o buraco agora é mais embaixo. E vai cuidar da sua vida, mulé!


P.S.: Já que estamos em "Salve Jorge", mais duas observações. A primeira: Nada contra Tania Khalil, mas, cara, como eu odeio todas as personagens que dão pra ela. É sempre a mesma mulher à toa na vida, que não tem mais nada a fazer, a não ser se preocupar com homem; toda novela ela é aquela mesma chata sem assunto que não faz mais nada a não ser se certificar de que vai ter o bendito do tal homem com ela (praticamente o oposto da Creusa).
P.S.2: Lucy Ramos, benza Deus, que desgrama de mulher bonita. Podiam ter dado a Morena pra ela fazer, não podiam não?


sábado, 23 de março de 2013

acordou se sentindo feia, fia?

 SEMPRE achei que com a maquiagem certa Cássia Eller viraria Kate Moss.
 Tem faxina hoje, Katy Perry?
 Já vi de pertinho, mesmo maquiada é meio assim-assim
Mas são mais de 50 anos, então leave Luiza alone!
O caso mais extremo pra mim é sempre o de Cameron Diaz. O corpo é perfeito, mas, gente, o que é essa cara sem maquiagem?, Santa Maria.
 Eu não tenho palavras. Desculpa.
 Mantena roubou a espada da She-ha e gritou pela honra de Greyskull.
 Roseli, é você?
 De novo, Kylie já é "velhinha", deixem ela em paz. E nem achei tão bagaça sem maquiagem, tá despenteada, mas tá gata ainda. Só não tá isso tudo que ela vira produzida, claro.
 We ♥ Véia. Até mordendo as bochechas por dentro, em versão Walking Dead.
Não, Rosie Huntington-Whiteley não é feia nem sem maquiagem. MAS que ela vai ter que me ensinar esse truquezinho pro nariz parecer BEM menor, ah ela vai.
Ah, a Angélica tá até bem, vai? Uma carinha de tiranossauro Rex, mas mulher muito branca sem maquiagem é isso aí mesmo. Também já teve três filhos, né?, vamos ser razoáveis.
Nada que um Dior, um Oscar por um filme ruim e uma quedinha manjada (mas fofa) não resolvam...
Phoebe, minha filha, que foi que fizeram com você? What are they feeding you?


Já tá sentindo melhor depois dessa avalanche de realidade? Claro que tá! :D  Tem mais aqui.

Beijos, bom dia, ótimo sábado pra todo mundo. E não liga pra cara feia não, que no decorrer do dia ela melhora (na maioria dos casos, rs...). Pra tudo tem jeito! :)


sexta-feira, 22 de março de 2013

ótimo fim de semana!

Em especial pras melhores amigas, aquelas lindas que costumam sumir nesses três dias, mas que sempre aparecem quando tomam um chega pra lá daqueles com quem elas gostam de estar nesse período.

Muah! Sijoguem e, não esqueçam, "vamo se vê"!!



quarta-feira, 20 de março de 2013

como o belo horizontino se sente quando bate um primeiro e levíssimo ventinho de outono...

Daí bora tirar casaco, cachecol, luva, touca, vestir tudo junto e fechar bem todas as janelas do ônibus pra não morrer de frio!! Mesmo que esteja exatamente o mesmíssimo calor do verão inteiro.

Ah, TuBHcanga, essa Suiça das Minas Gerais.



sexta-feira, 15 de março de 2013

(Y)

Ótimo fim de semana pra vocês.



sexta-feira, 8 de março de 2013

da lealdade

"Eu te amo."
Quão banal se tornou dizer isso?

Eu confesso que eu sou dessses que fala "AMO isso!", "Amiga, amo você" toda hora. Mas eu sei, e mais importante, as pessoas sabem quando estou dizendo isso de verdade. Quer dizer, eu sempre digo de verdade; Mas tanto meus amigos (e isso inclui meus bichos) quanto quem ouviu esse "eu te amo" vindo da alma sabem o tom que eu quero dar.

Não sei dizer por que cargas d'água, depois de assistir o terceiro episódio da primeira temporada de "Dexter" (atrasado? imagina!), eu me peguei pensando nisso. Na verdade sei sim, a culpa é de umas postagens que vi no Facebook no intervalo até o quarto episódio (e da insistência de alguém que me fez ir ao hospital hoje).

Eu me peguei pensando que em 36 anos de vida (que às vezes me parecem muito pouco, mas no geral me parecem muito), apenas quatro criaturas ouviram, e viram nos meus olhos, esse "eu te amo". Eu acho um número honesto.

Descontando meu filho, que (desculpem a franqueza) foi meu primeiro e maior amor nessa vida, eu vivenciei amar três pessoas. Eu acho um bom número.

Então eu pensei com muito carinho nesses três "sortudos". Enquanto escrevo este post é só o que sinto, muito carinho. E muita gratidão também (então não é carinho, eu sei).

Cada uma dessas três pessoas passou um tempo comigo, grande, bem menor, ainda menor. Mas tempo é nada nesses casos, sobretudo porque, pra mim, amor não acaba. Ele se transforma, se reinventa, mas não acaba. No momento que você o identifica e o sente, sabe que é uma coisa que desconhece limites, sejam de tempo, físicos ou sociais. Se você não sentiu amor, meu caro, então segue firme que você ainda tem o que fazer em vida.

Evidentemente não falo do amorzinho romântico de filmes (na verdade pode até incluir esse amorzinho, é bom até que inclua, mas é muito além disso). Falo daquela completude, daquela sensação de estar vivo, de estar crescendo, de estar evoluindo. De tirar os olhos do umbigo e de se sentir realizado numa pequena alegria do outro. Falo do companheirismo.

Nem sempre amar alguém, especialmente namorado/namorada inclui recíproca (isso é chato), mas se inclui, então você não pode reclamar da sorte.

Eu amei (amo) três pessoas. Uma seguiu seu caminho e foi crescer ainda mais, outra partiu pra um plano superior, a outra ainda me alegra com sua luz. E como na cegueira da convivência e do dia a dia a gente acaba deixando passar (e como eu tenho um blog pra deixar isso registrado), gostaria de dizer aqui, a cada um dos três, de todo coração:

Muito obrigado. Muito obrigado pelas lições que vieram me ensinar, pelo apoio que vieram me dar, pelos momentos todos de alegria, pelos momentos difíceis, pela paciência com meus conflitos, pela alegria de me permitir participar de momentos importantes de suas vidas. Certamente não sou uma criatura fascinante ou cheia das coisas que se usa para avaliar o sucesso de alguém hoje em dia, mas de qualquer maneira, muito do que sou hoje devo ao amor que vocês me deram, e ao que eu sinto por vocês.

Obrigado por terem me dado a sensação de que eu nunca estarei sozinho. Porque essa é uma paz que não tem preço. E talvez seja este o verdadeiro sentido daquela história de que o amor te completa.





segunda-feira, 4 de março de 2013

e vai dar! ☺

Lá vamos nós!!

Novo dia, já uma nova semana, nova chance de fazer melhor, de fazer bem feito, de acertar. Nova oportunidade de crescer mais um pouco, de se fazer feliz e de fazer também feliz quem mais merece.

Hoje, além de desejar uma boa semana pra vocês todos, vou fazer um pedido: a você, que provavelmente não assistiu o filme aí acima (pelo menos não comigo), que o assista. Baixe, alugue (se precisar eu mesmo baixo e te mando). 

Ontem, depois de meditar muito sobre tudo, eu lembrei de uma certa música. Mas, por fim, me veio depois o filme, e eu achei que ele era perfeito pra pensar no que se passou, só que de maneira melhor humorada e menos dramática que a música. Concluí que o filme parece perfeito para acreditar que tudo pode mesmo dar certo (ainda mais agora que, graças a você, levanto repetindo que vai, sim, dar certo). 

Obrigado mais uma vez, muito.

A vocês todos, agora sim, uma ótima semana.
Se tudo pode dar certo, então que tudo dê certo para todos nós.



da Folha de S.Paulo:


Hummm... intindi.

É isso aí, Dani!! "Strike" a pose!


P.S.: apenas CHO-CA-DO que Julianne Moore tava no elenco desse filme.


domingo, 3 de março de 2013

thank u

Hoje eu gostaria de agradecer.
Só agradecer.



Muito obrigado, Chuchu. 
Muito obrigado.



sexta-feira, 1 de março de 2013

。◕‿◕。


Apenas que um bom fim de semana pra vocês, sossegado pra quem for de sossego, badalado pra quem for de badalo, bom pra todo mundo.

Inté.