sábado, 11 de janeiro de 2014

get Demarchelier on the phone

O ano já começou há dias, mas aqui estou eu, só agora, tentando fazer este blog voltar à ativa. Eu até já tinha um outro post lenga-lenga pronto, pra falar pela enésima vez que eu vou parar, mas aí eu vi a capa de janeiro da Claudia e lembrei porque eu continuo tendo um blog. Afinal, onde mais eu poderia desabafar sobre tamanha aberração (sei que ninguém me aguenta mais falando sobre revista, mas sorry, ainda me dou ao trabalho).

Enfim, vi a capa da Claudia na internet e não acreditei. Na verdade, até eu dar de cara com ela numa banca perto de você eu tava torcendo pra ser fake. Mas era a real. "Mas, Humberto, a capa tá bonita. Alguma coisa tá esquisita, mas tá bonita." Bonita tá, não tem como ter Gisele na capa e não funcionar (essa diagramação -- disgramação -- tá meio cagada também, vamos combinar). O que pega, e talvez explique o estranhamento, é essa foto. A Claudia usou, pra sua primeira capa no ano, uma foto da Vanity Fair. DE DEZ ANOS ATRÁS!!! DEEEEZ ANOS ATRÁS! 

Gente, não há o que justifique isso. Desculpa, mas não há. Usar foto dos outros, OK. Sempre rola. A Nova fazia muito isso nos anos 70 e 80 (e com fotos da própria Cosmo, que haviam sido originalmente publicadas poucos meses antes). Mas em pleno 2014, vem a revista feminina mais bem sucedida da Abril e me solta uma capa dessas, gente, não pode. Não pode e pronto.

O que me mata é a escolha. Queriam Gisele?, OK. Queriam foto comprada?, OK. Mas precisava ser tão velha (e conhecida) assim? Gente, cadê respeito? Pela revista eu sei que já perderam faz tempo, mas pelos leitores, por que não? 

E cadê respeito até pela Gisele (aliás, muito me admira os agentes dela terem permitido uma coisa dessas). Gisele nem tem essa cara mais. Ela era namorada do Di Caprio ainda na época, pra se ter ideia de quanta água passou por debaixo dessa ponte depois disso. A Gisa hoje é uma mulher mãe de dois filhos, o rosto dela é outro. Será que não rolava negociar um patrocínio com a Pantene pra uma foto exclusiva, neste momento em que a Gisele se tornou o rosto internacional da marca? Como pode, Claudia, francamente?

Achei o cúmulo de tudo, da preguiça, do desrespeito, da pobreza. Se continuarem com essa boa vontade toda, já prevejo algumas capas bem bacanas pra revista este ano:

"Marina Ruy Barbosa revela os segredos pra se ter 
o cabelo mais lindo da novela (Belíssima, de 2005)"

"Os bastidores de um dia de trabalho de Isabelle Drummond
 (nos tempos do Sítio do Pica-pau Amarelo)"

 "Say My Name: (difícil, porque não tá dando
 pra saber se é Beyoncé ou Predador)"

"Crescida e agora mulher, Sandy conta a Claudia que será uma boa mãe, pois tem experiência cuidando de alguém que depende dela."

"Like a Wrecking Ball: Marco Antonio de Biaggi ensina 
com exclusividade como ter o cabelo de Miley Cyrus."


SSaê Claudia, tá no caminho certo!


P.S. Tosco: Não consigo deixar de imaginar a diretora da Claudia falando com a Emily dela: "Liga pro Demarchelier, pede umas foto emprestada."



5 comentários:

Alan Raspante disse...

Gente! Mas cagaram legal MESMO. O cúmulo da preguiça isso! Podiam muito bem ter chamado algumas atriz global e ter feito algo, pelo menos, né?

E realmente: como o agente da Gisele deixou? Hahahaha.

p.s.: ter o cabelo da Miley que nem nessa foto? É só comprar uma peruca! =P hahaha


Bem-vindo de volta e feliz Ano Novo, Humberto!

Janaína Souza disse...

Essa é a prova cabal da falta de iniciativa, de criatividade, de respeito mesmo dos nossos colegas da comunicação hoje em dia. É a Mídia Miojo, que quer conteúdo instantâneo sem nenhum esforço. O que eu vejo de Ctrl C - Ctrl V em jornais, revistas e portais de notícias, sem dar crédito não tem cabimento. E isso vai desde horóscopo até capas como essa da Cláudia. Eu fico me perguntando não é só onde está o respeito, mas principalmente, onde está o bom senso, pelo amor de Deus! Acho que é por isso que não estou trabalhando com Comunicação. Não consigo adotar essa conduta de má-vontade, de superegodescontrol e de falta de senso crítico. Não é pra mim e ninguém merece.

Anônimo disse...

Tudo bom Humberto, na verdade essa e todas as outras revistas da Abril já encheram o saco, sempre revezando também as mesmas atrizes globais, cada uma mais sem criatividade que a outra, salvo raras excessões, é por isso que eu cancelei também minha assinatura da ELLE, que tá insuportável, totalmente descartável, e tem mais, colocaram um Photoshop super esquisito na capa, parece que engordaram o rosto dela ou é impressão? Abraços Sérgio de Oliveira

Jose Antonio disse...

E depois perguntam por que existe o culto a eterna juventude?
bjs

Edilson Cravo disse...

O Humberto:

Realmente é o supra sumo da pregu....kkk

Linda semana querido.

Abraços.