terça-feira, 25 de fevereiro de 2014

Lupita, muito, muito linda
































Acabei de assistir "12 Years a Slave" de novo (muito bom filme). E eu poderia falar do mal-estar e da desesperança que me tomam cada vez que eu vejo qualquer coisa sobre a escravidão, ainda que ficção. Mas não hoje, talvez nem nunca. Hoje, a poucos dias da cerimônia do Oscar, eu vou ficar só com o brilho absurdo de Lupita. Não canso de estar apaixonado por ela. Sua beleza é dessas que me deixam olhando por longos minutos, tentando entender por que tem gente que nasce assim, tão linda. E seu talento é igualmente especial (no longa, enquanto acompanhamos as desventuras de sua "Patsy", praticamente esquecemos que é Lupita ali, só se vê a Patsy). Enfim, já disse e repito, isso é paixão.


P.S. que alguma hora até domingo vai virar post: Michael Fassbender, olha... vou dizer só PUTAQUIPARIU pra não me prolongar muito num post que é só da Lupitinha. Depois falo dele.


Um comentário:

Edilson Cravo disse...

O Humberto:

Abusaaaa de linda hein...rs

Abraços querido e linda semana.