sábado, 15 de fevereiro de 2014

Nebraska

Recepcionist: Does he have Alzheimer's?
David Grant: No, he just believes what people tell him.
Recepcionist: That's too bad.


Falta ainda um filme pra ver (o da Julia Roberts), mas já tendo visto todos os demais indicados, posso dizer sem medo de errar que "Nebraska", que acabei de assistir, é o único concorrente ao Oscar deste ano que de fato mereceria um prêmio. Achei todos os demais de fraco a OK.

Bem sei que o vencedor vai ser aquela chatice sem fime do filme do Leonardo di Caprio, e sei também que "Nebraska" não deve ter a menor chance de levar nada. Talvez por isso mesmo tenha me dado vontade de falar dele, apenas pra deixar registrado.

O filme é lindo, tanto no que diz respeito ao enredo quanto à sua fotografia. A atuação do protagonista e dos coadjuvantes que interpretam seu filho e sua esposa é muito especial. Ela então, vou te falar que me deixou dividido (vou ser obrigado a torcer pra ela e pra Lupita). 

Não vou tentar convencer ninguém a assistir o filme (até porque me pergunto bastante por que caralhos a gente tem que assistir os filmes que esse povo escolhe pra concorrer a esse prêmio imbecil, mas enfim). Menos ainda tentarei convencer quem seja a gostar do filme. Apenas dizendo aqui que eu gostei, que eu entendo isso como filme, como bom filme. Na verdade vou sugerir que o resto da prole dos meus pais assistam, mas sei bem que não entenderão porra nenhuma.

Enfim. Deu vontade de escrever, eu vim.
Nevermind.



P.S.: Só pra não ser completamente injusto, "12 Anos de Escravidão" é muito bom (mas vale mais pelas atuações da Lupita e do Fassbender), eu gostei bastante de "Trapaça" [mas mais no começo, quando é mais Amy Adams; Do meio pra lá começa a ficar qualquer coisa. E se der Oscar de coadjuvante pra Jennifer Lawrence -- que está melhor do que estava em "O Lado Bom da Vida" (e quem não estaria?)-- vai ser o cúmulo da sacanagem), "Philomena" é fofinho, mas eu achei mal editado, e, finalmente, "Her" é bem bacana sim, muito lindo e muito significativo da nossa condição contemporânea (mas cadê chance de um filme desses levar Oscar de melhor? -- já me surpreende que esteja entre os indicados).

P.S.2: Não posso perder a oportunidade de repetir que "Gravidade" é UMA BOSTA. Uma criança de dois anos de idade contando que tirou catota do nariz e comeu é mais interessante.

P.S.3: Fosse pelo meu voto, ficaria assim o Oscar 2014:
Melhor Filme: "Nebraska".
Melhor Ator: Escolheria o Bruce Dern, do "Nebraska" mesmo. Também acharia justo Mathew McConaughey. Mas deve dar Di Caprio mesmo.
Melhor Atriz: Cate Blanchett.
Melhor Ator Coadjuvante: Vou te falar que escolheria o Barkhad Abdi (que é dono do filme do Tom Hanks), mas ali bem pau-a-pau com o Michael Fassbender. Mas deve dar o Jared Leto, que tá muito bem também.
Melhor Atriz Coadjuvante: Lupita Nyong'o. Mas se der a June Squibb (a velhinha do "Nebraska") vou ficar feliz também.
Melhor Diretor: Alexander Payne
Melhor Canção Original: Certamente não vai rolar, mas eu gostei de "The Moon Song", do "Her".

P.S.4: Post mais meu cu, né?


Update no mesmo dia, às 16:12h:
E daí que acabei de assistir ao "Álbum de Família", que vem a ser o filme da Júlia Roberts de que falei no começo do post e também o filme que faltava pra completar a lista. E, bem, gostei bastante também. Um filme com um elenco impressionante (tem até a Juliette Lewis), quase pesado, e que conseguiu me manter interessado do começo ao fim (numa tarde queeeente de sábado, imagino se fosse num outro momento em que eu estivesse mais preparado pra ele). Penso, com o perdão da sinceridade, que a única coisa que podia ser melhor seria se a Meryl tivesse sido um pouquinho menos over (tava muito "é a Meryl Streep querendo divar" pra uma personagem que merecia chamar mais a atenção pela personagem que pela atriz). Gostei muito da atuação das outras atrizes todas, e, sim, sobretudo da de Julia Roberts (Sim, também não deve levar o Oscar de Coadjuvante, mas vou deixar ela ali junto de Lupita e da Ms. Squibb na minha torcida). Também acho que a Julianne Nicholson merecia uma indicaçãozinha).

Por fim, só continuo ainda achando "Nebraska" melhor porque "Álbum de Família" beira o novelão com tantos dramas e acaba ficando na coisa da família mesmo. "Nebraska", creio, vai um pouco além quando expões as escrotices, fraquezas e até o que há de bom na condição humana. Em outras palavras, nele as questões extrapolam a história da família (também cheia de problemas). Assim, portanto, corrijo-me por não ter visto "o filme da Julia Roberts (e é dela mesmo)' antes, e até por ter feito um pouco de pouco caso. Mas reitero que, pra mim, "Nebraska" é o melhor dentre os indicados os Sr. Oscar este ano.

E novamente: que postzinho mais meu cu este, né?


5 comentários:

Clenio disse...

Adorei "Nebraska", também, e torço muito por Bruce Dern e June Squibb, ainda que acho pouco provável que eles vençam, porque não são "vendáveis". Mas que o filme é ótimo, disso não há a menor dúvida. Bem superior à "Gravidade" - que também detestei - e "Clube de compras Dallas" - que só vale pelas atuações da dupla central.

"Álbum de família" tem um puta elenco, mas acho que se ressente de uma direção mais cinematográfica, mas enfim...

Abraços.
Clênio
www.lennysmind.blogspot.com
www.clenio-umfilmepordia.blogspot.com

PS - Saiu das redes sociais ou me bloqueou??? Como vamos conversar, agora?? :-(

Tô Ligado disse...

Tô muito por fora. Ainda não assisti nenhum dos indicados :(

Edilson Cravo disse...

O Humberto:

Pra ser sincero não assisti nenhum indicado ainda mas com certeza muitas apostas que costumeiramente são feitas tornam-se grande furadas na noite do Oscar porque não sei de fato que critérios eles usam para escolher seus ganhadores...whatever...rs

Linda semana querido.

Beijo.

gabi césar disse...

assisti Nebraska depois do teu post, Humberto! adorei o filme, a delicadeza do filho em pensar em questões de vida e morte, o perdão mesmo sabendo que não teve o melhor pai do mundo. outra: o filme é menos triste do que eu imaginava. delicinha, surpresa boa.

ps.: difícil eu vir comentar aqui, porque assino os feeds. MAS estou sempre a ler ;)

o Humberto disse...

Poxa, Gabi, que bacana!...
Legal saber que você lê por aqui. =)
A ideia é voltar a escrever mais. Este blog surgiu pra me manter escrevendo, não posso parar.
Obrigado! Abraço pra você.

Abraço pros demais queridos também!